1ª PÁGINA


Arsenal do Minho de Toronto: Colectividade minhota festejou o São João à moda de Braga

Por Luís Aparício
Sol Português

Após um interregno de dois anos devido à pandemia de Covid-19, o Arsenal do Minho de Toronto voltou a festejar o São João à moda de Braga – numa escala mais reduzida, é certo, mas que ainda assim atraiu várias dezenas de pessoas para uma tarde/noite de sábado (25) cheia de alegria e folia.

Com raízes que remontam ao século XII, esta festa maior da cidade de Braga é orgulhosamente considerada por muitos como a maior festa popular de Portugal. Carregadas de tradição, as festas sanjoaninas trazem à cidade nortenha um colorido único que, ao longo de vários dias de extensa programação, animam o povo com um espírito de celebração e tradição seculares.

À nossa reportagem, Francisco Ferreira, um dos directores do Arsenal do Minho de Toronto, explicou que a ideia de celebrar o São João deste lado do Atlântico começou a partir de "uma brincadeira" motivada por um piquenique que não deu certo, mas que a festa rapidamente ganhou popularidade junto da comunidade portuguesa radicada na cidade, em particular as gentes com raízes na região do Minho.

Além da boa comida e de muita animação no espaço ao ar livre em torno da sede, Francisco Ferreira destacou também o "Mercado de São João" que tinham montado no interior das instalações, com uma variedade de produtos e artigos de um grupo de vendedores locais que se associaram à iniciativa.

Para o director do rancho do Arsenal do Minho de Toronto, Nelson Martins, a realização desta festa, ainda que por um dia apenas, era "uma vitória muito grande", principalmente depois de um período difícil com a pandemia de Covid-19 que afectou também o movimento associativo português em Toronto.

Mandy Pereira, que integra também o grupo folclórico, disse à nossa reportagem que celebrar o São João "representa trazer um pouquinho da festa popular e daquele sentimento [português] aqui para o Canadá".

Entre o público que acorreu ao local nessa noite, o sentimento era de que o arraial tem vindo a crescer de ano para ano e, ainda que em tamanho pequeno, é uma festa bonita e alegre, "e faz-nos relembrar a nossa cidade [Braga]", como afirmou Maria Gomes.

Presente também e a participar pela segunda vez na celebração sanjoanina, a deputada Julie Dzerowicz afirmou que esta é uma altura do ano para a comunidade sair, divertir-se e celebrar a sua portugalidade.

A representante em Otava do círculo eleitoral de Davenport aproveitou para lembrar a todos que as festividades continuam no dia 1 de Julho, desta feita com a celebração do Dia do Canadá.

Os Bombos do Arsenal do Minho viriam a abriram o arraial, cujo programa incluía ainda a participação do Rancho Folclórico da Associação Migrante de Barcelos, a Rusga da Associação Cultural do Minho de Toronto, bem como a actuação de Tânia Barbosa e do grupo de Concertinas e Rancho Folclórico do Arsenal do Minho.

Segundo Mandy Pereira, o rancho do Arsenal vai continuar os seus ensaios até ao final de Julho, antes das férias de Agosto, tendo já várias saídas agendadas para o mês de Setembro na província do Ontário.


Voltar a Sol Português