1ª PÁGINA


Covid-19: Vila Real garante 250 refeições diárias a alunos carenciados

A Câmara de Vila Real está a garantir cerca de 250 refeições escolares diárias às crianças mais carenciadas através de 22 pontos espalhados pelo concelho, numa operação conjunta com os agrupamentos escolares e as juntas de freguesia.

"É um trabalho conjunto, mas é um trabalho que temos que fazer para não deixar ninguém para trás", afirmou quinta-feira o Presidente da autarquia, Rui Santos.

O autarca explicou que as refeições estão a ser disponibilizadas aos alunos, entre o pré-escolar e o secundário, que usufruem dos escalões A e B da acção social escolar e que solicitaram esta ajuda após o arranque do terceiro período, em que os estudantes ainda permanecem em casa devido ao encerramento das escolas por causa da pandemia de Covid-19.

"Temos a percepção que, em algumas destas famílias, estas refeições são vitais para manter o nível nutricional destas crianças e para que elas possam continuar a aprender e a viver de forma saudável. É um esforço financeiro considerável e um esforço logístico tremendo", salientou.

Em alguns casos, segundo Rui Santos, "esta é a melhor das refeições ao longo das 24 horas". Este é, reforçou, um "esforço diário" e uma forma de "minimizar as desigualdades". "Temos consciência que estamos num estado diferente, de emergência ou calamidade, a designação não é relevante. Vivemos dificuldades acrescidas e os mais fragilizados da nossa sociedade passam, obviamente, dificuldades ainda maiores. Temos que ter especial atenção para esse sector e, sobretudo, neste caso para as nossas crianças", salientou.


Voltar a Sol Português