1ª PÁGINA


Prémios de Mérito:

Casa do Benfica de Toronto presta homenagem a sócios e voluntários

Por Rómulo Ávila

Sol Português

Foi na tarde de terça-feira (29) que a Casa do Benfica de Toronto (CBT) foi palco de uma homenagem aos sócios que, ao longo dos anos, tiveram um papel de relevância para este clube e associação.

A sessão, designada pelo nome dos prémios que viriam a ser atribuídos – "Prémios de Mérito Voluntário da Província do Ontário" (Merit Volunteer Awards, em inglês) – decorreu, essencialmente, por meio virtual, via plataforma Zoom.

Assim, apenas estavam presentes na sede das águias de Toronto alguns elementos da Direcção benfiquista, com destaque para membros da Direcção e da presidente da Assembleia-Geral, Fátima Barros.

Em declarações ao jornal Sol Português, a convicta dirigente benfiquista viria a realçar que, para si, "ser do Benfica é ser diferente; é reconhecer e é ter alma de vencedor no futebol e na vida".

No decorrer desta sessão, Eduardo Medeiros (sócio n.º 9), Joe Furtado (sócio n.º 10), Francisco Ferreira (sócio n.º 30), Fátima Aguiar (sócia n.º 31), Maria Medeiros (sócia n.º 2) e Mário Narciso (sócio n.º 34) foram agraciados com prémios de mérito que colocaram em evidência mais de 30 anos de trabalho dedicado destes seis voluntários em prol do "Benfica" de Toronto.

Também Manuel de Sousa, que se se encontrava ladeado pela esposa, Maria Alice Sousa, recebeu das mãos dos dirigentes benfiquistas uma placa comemorativa em reconhecimento por 50 anos de dedicação e trabalho voluntário a favor da colectividade.

Manuel de Sousa é o sócio número um da CBT, agremiação que foi fundada em Junho de 1969 e foi a primeira Casa a ser reconhecida pelo Sport Lisboa e Benfica.

Para José Luís Lopes, presidente do Executivo da CBT, esta foi "uma forma simples, mas muito sentida de evidenciar e aplaudir o trabalho voluntário de pessoas que dedicam e dedicaram muito tempo da sua vida para esta nossa Casa", ressalvou.

O dirigente dos benfiquistas de Toronto frisou ainda ao jornal Sol Português que "estes prémios de mérito fazem com que fique registado na história e perpetuada na memória o trabalho desenvolvido", adiantando: "nunca podemos esquecer quem dá o melhor de si para as casas da nossa comunidade".

Tratou-se, segundo avançou a organização, de um acontecimento único na comunidade portuguesa, sendo a primeira vez que se realizou na sede da CBT.

A CBT é oficialmente a Casa Benfiquista número seis e já teve três sedes diferentes em Toronto, estando actualmente instalada num imóvel com dois pisos, onde conta com snack-bar e restaurante amplos e acolhedores, onde são cozinhados pratos tipicamente portugueses.

No piso inferior situam-se os escritórios e salas de trabalho do clube, havendo ainda um salão que pode ser alugado para festas ou outros eventos.


Voltar a Sol Português