SAÚDE & BEM ESTAR


Médicos do Centro avaliam contexto epidemiológico nas crianças e jovens

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) vai efectuar um levantamento dos problemas na assistência médica às crianças e jovens e sistematizar os procedimentos e as melhores práticas na resposta à angústia das famílias.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da SRCOM, Carlos Cortes, explicou que é necessário perceber "quais são as dificuldades, o que está a acontecer, os pontos mais fracos, porque há diferenças dentro da mesma região e preocupações que são diferentes entre cada um dos hospitais".

"Há questões que nos têm levantado e que também nos estão a preocupar e que têm a ver com o encaminhamento das crianças para os serviços de urgência e para os centros de saúde, porque nós vamos entrar num período muito complicado", salientou o responsável.

O presidente da SRCOM adiantou que, dentro de pouco tempo, vai também ser produzido "um manual de orientação para crianças e pais, para saberem aplicar todas as precauções, os procedimentos que são necessários para os seus filhos no ambiente escolar, mas também no ambiente familiar e na deslocação para a escola".

Segundo Carlos Cortes, "há ainda questões que não estão clarificadas na comunidade escolar".

"Estamos a fazer um levantamento dos problemas para encaminhar para a Administração Regional de Saúde do Centro, ministério da Saúde e Direcção-Geral da Saúde, dando o nosso contributo", afirmou o dirigente, acrescentando que a SRCOM irá também efectuar as "intervenções que forem necessárias para que os problemas e as dificuldades sejam ultrapassadas".

"Temos de estar preparados para todos os cenários, antecipando todas as dificuldades e respondendo a todos os desafios. As nossas crianças e jovens merecem a nossa atenção redobrada, neste contexto tão exigente e complexo", conclui.

O responsável pela SRCOM sublinha que a pediatria vai ser uma área em que a Ordem dos Médicos "vai andar muito em cima do que está a acontecer, no sentido de acompanhar e fazer as intervenções que sejam adequadas para que se possa ultrapassar com êxito este momento difícil".

Para analisar e avaliar estas questões, a SRCOM reuniu sexta-feira, cerca das 17:00, por videoconferência, com todos os directores de serviço de Pediatria da região e os responsáveis do Colégio de Especialidade de Pediatria da Ordem dos Médicos.


Voltar a Saúde


Voltar a Sol Português