1ª PÁGINA


Piquenique anual "Gente da Nossa":

Festa Brava à moda da Terceira animou Madeira Park

Por Jonathan Costa e Noémia Gomes
Sol Português

Centenas de pessoas deslocaram-se no passado sábado (28) ao parque Madeira, em Georgina, para participarem numa celebração da Festa Brava, uma tradição anual vivida intensamente, sobretudo, pelos imigrantes açorianos oriundos da ilha Terceira.

O convívio decorreu em torno de um piquenique com sabores tradicionais da gastronomia portuguesa e foi organizado por Nellie Pedro e César Pedro, produtores e realizadores do programa televisivo Gente da Nossa que, com a ajuda da sua equipa, proporcionaram uma tarde marcada por um espectáculo de touradas à corda e bezerradas, baile e animação musical com artistas locais e dos Estados Unidos.

"Esta é uma tradição terceirense mas celebrada por toda a comunidade portuguesa. Fico muito feliz de celebrarmos aqui as nossas raízes, a nossa cultura, unidos e alegres", destacou Nellie Pedro, que abordou a evolução desta celebração ao longo dos anos.

"Organizámos este evento no Madeira Park há cerca de oito anos, anteriormente era na ganadaria Borges, da qual Élio Leal foi sócio. Este evento teve início em 2005 e nessa altura tínhamos provavelmente três vezes mais público do que aqui está hoje. Mas também existiam menos ganadeiros e menos espectáculos de touradas do que existem hoje. É bom termos estes espectáculos representativos da nossa cultura portuguesa", salientou.

As bancadas esperavam ansiosamente pela largada dos touros, sempre com um olho nas nuvens que chegaram a ameaçar chuva mas não passaram disso.

Após fazerem-se ouvir os hinos português e canadiano, foram lançados cinco touros: o primeiro da ganadaria Açoriana Sol e Toiros, de Élio Leal, o segundo e o quarto da ganadaria de Nelson Mendes, e o terceiro e o quinto da ganadaria de Fernando Gonçalves.

Nelson Mendes, José Luís, Manny Ramos e Dylan Pires foram os capinhas encarregados de executar as sortes perante os touros que investiam bem, necessitando destreza para se esquivarem aos cornúpetos e conquistando assim os aplausos do público.

Enquanto se efectuava a mudança de cada touro e proporcionava um merecido intervalo aos capinhas, os artistas Victor Martins, Zé Nandes e o seu grupo musical Só Forró Canadá, e a cantora Emily, vinda da Califórnia, entretinham o público com temas alusivos à cultura terceirense e portuguesa, em geral, numa série de breves espectáculos com som a cargo do DJ Ramiro.

Este período foi marcado também pela realização de um sorteio, do qual saíram dois vencedores com viagens à Terceira, cortesia da Azores Airlines, bem como pelo sempre popular concurso de corrida de sacos, actividade que fez as delícias das crianças. "Agradeço a todos os que estão presentes no recinto, a celebrar esta nossa tradição e cultura. Estou aqui com o meu filho Andrew, espero que ele consiga continuar esta tradição que requer muitos sacrifícios na nossa vida. Espero que todos se divirtam e que cada ano possamos ter mais e mais pessoas presentes", declarou Élio Leal, da ganadaria Sol e Toiros.

No final do espectáculo todos os intervenientes foram fortemente aplaudidos, com o público a deslocar-se então às diversas mesas de piquenique espalhadas pelo parque para poder deliciar-se com as espetadas madeirenses, as bifanas picantes e o coelho guisado, entre outros pratos típicos da gastronomia lusitana.

"Muita gente que cá vem, não vem ver os touros. [Muitos] vêm fazer o seu piquenique, gozar deste parque lindíssimo, estar com as suas famílias e amigos e, claro, para bailarem. Todos se divertem e esta convivência torna este evento muito especial", explicou Nellie Pedro.

Após a refeição, e já no espaço reservado para a realização de espectáculos no Madeira Park, centenas de pessoas dançaram ao som da banda da casa, o duo Som Luso – constituído por Nelson Câmara e Carlos Borges – bem como dos artistas que já tinham actuado anteriormente.

O espectáculo, com som a cargo de 5 Star Productions, terminaria com uma segunda actuação da dupla Som Luso que com chave de ouro fechou este piquenique anual marcado pela animação e convívio em torno da Festa Brava.


Voltar a Sol Português