CANADÁ EM FOCO


Ontário:

Sector da construção civil "excepcionalmente vulnerável" a mortes relacionadas com opióides, revela estudo

Os trabalhadores da construção civil no Ontário estão a morrer devido ao consumo de opióides a uma taxa muito maior do que os trabalhadores de outras indústrias, de acordo com um novo estudo que revela que uma em cada 13 mortes relacionadas com opióides na província ocorreu entre os que trabalham no sector.

Segundo os pesquisadores, as razões envolvem um misto complicado de situações que envolvem o consumo de medicamentos para controlar as dores, situações de insegurança no trabalho e não terem quem cuide deles.

Quase todas as vítimas mortais tinham sofrido lesões ou tinham problemas relacionados com dores nos cinco anos anteriores à data do falecimento, de acordo com o estudo.

Os pesquisadores referem que este facto destaca a forma como os indivíduos que têm poucas opções para controlar as dores, numa indústria onde as lesões são ocorrência comum, podem recorrer a opióides com consequências potencialmente desastrosas.

Ainda segundo o estudo, as vítimas morreram sozinhas, nas suas casas, sem familiares ou amigos por perto para os ajudar.

O relatório, divulgado na última quinta-feira (28), analisou os óbitos associados ao consumo de opióides no Ontário entre 2018 e 2020, entre os actuais trabalhadores da construção ou aqueles que já haviam trabalhado no sector.

"A primeira coisa que descobrimos foi que uma em cada 13 mortes ocorridas nesse período foi entre trabalhadores da construção civil", revelou Tara Gomes, uma das autoras do estudo, à CTVNews.ca em entrevista telefónica.

"Portanto" – continuou – "no período de três anos, foram 366 pessoas que tiveram uma morte relacionada com o consumo de opióides."

Estes números significam que os que trabalhavam na construção civil representam quase 8% das mortes relacionadas ao consumo de opióides na província nesse período, embora apenas 3,6% da população do Ontário trabalhe nesse sector.

Tara Gomes explica que os pesquisadores foram inicialmente alertados para a necessidade de pesquisar melhor este segmento da população quando, em 2021, decorria um estudo mais amplo sobre óbitos provocados pelo consumo de opióides entre pessoas que estavam empregadas aquando da sua morte.

Entre esses dados, surgiu uma estatística que os autores consideraram "impressionante": 30% de todas as mortes relacionadas ao consumo de opióides entre pessoas que estavam empregadas envolvia trabalhadores da indústria da construção civil.

O novo estudo reflecte dados obtidos também na Colúmbia Britânica, mas é o primeiro do género a analisar os trabalhadores da construção civil do Ontário em particular, utilizando dados do Médico Legista do Ontário, bem como da corporação sem fins lucrativos ICES.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português