CANADÁ EM FOCO


`Golpe dos avós':

Idosos canadianos defraudados em mais
de 2,7 milhões de dólares este ano

A polícia e especialistas na prevenção de fraudes estão a alertar os canadianos para estarem atentos ao número crescente dos designados "golpes dos avós", direccionados à população idosa do país.

Em 2021, o Centro Canadiano Anti-fraudes recebeu relatos de 379 casos que resultaram em prejuízos superiores a 1,7 milhões de dólares para as 115 vítimas envolvidas.

Contudo, desde o início de 2022, aquele centro diz ter conhecimento de 674 casos que envolvem 273 vítimas e que resultaram em desfalques que totalizam mais de 2,7 milhões de dólares.

Segundo autoridades policiais de todo o país e este organismo, os golpes perpetrados – também conhecidos como golpes de emergência por envolverem uma alegada "urgência" com um familiar das vítimas – geralmente envolvem um defraudador que se faz passar por neto, neta, sobrinha ou sobrinho da vítima e que lhes telefona em estado de aflição dizendo precisar urgentemente de dinheiro na sequência de uma detenção ou acidente.

As autoridades explicam que o golpista muitas vezes parece estar angustiado e a chorar, e que no decorrer da chamada pode mudar de voz ou passar o telefone a um cúmplice que se faz passar por agente da policia, oficial de fiança ou advogado para tentar dar credibilidade ao pedido urgente de dinheiro.

Habitualmente, pedem que seja feito um pagamento em dinheiro, embora os golpistas por vezes solicitem uma transferência electrónica ou depósito directo numa conta.

Se a vítima concordar em pagar, o golpista geralmente manda alguém a casa da vítima para ir buscar o dinheiro, caso não tenha pedido que o envie pelo correio.

Só na última semana, um homem de 80 anos perdeu 16.000 dólares num esquema deste género e uma mulher de 76 anos perdeu todas as suas poupanças, no valor de 30.000 dólares, em incidentes distintos, ambos na região de Vancouver.

Em Winnipeg, a polícia local relatou na passada quinta-feira (28) ter recebido pelo menos 15 queixas relacionadas com este tipo de "!golpe dos avós" no espaço de seis dias, que resultaram na perda de 100.000 dólares para as vítimas.

Golpes semelhantes atingiram também vítimas em toda a província do Ontário, desde Sault Ste. Marie ao condado de Essex.

A polícia de Otava disse na última semana ter recebido queixas de 20 pessoas nos sete dias anteriores, todas elas vítimas de fraude em montante entre 10.000 e 30.000 dólares. Em Março deste anos, a polícia de Toronto informou ter já conhecimento de 80 idosos que, colectivamente, haviam sido defraudados em mais de 1,1 milhões de dólares desde Março de 2021.

Como se proteger a si próprio e entes queridos

Se receber um telefonema suspeito de alguém que diz ser da família, deve desligar e entrar directamente em contacto com esse familiar, utilizando o número de telefone que tem em sua posse.

O mesmo conselho se aplica se a pessoa que ligar disser que é um agente das autoridades em nome de um familiar. Nesse caso, deve desligar o telefone e ligar para a polícia local para verificar a legitimidade da chamada.

Mesmo que o número que aparece no identificador de chamadas lhe pareça correcto, tenha em conta que os golpistas podem usar um sistema de falsificação das chamadas para fazer parecer que esta originou num número legítimo da polícia.

Em todo o país, a polícia está a alertar o público para que avisem os seus entes queridos idosos para que tenham conhecimento e esteja atentos a esse tipo de golpes.

As vítimas devem entrar em contacto com as autoridades policiais e ligar para o centro Anti-fraudes através do número 1-888-495-8501.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português