CANADÁ EM FOCO


Mergulhadora olímpica luso-canadiana perde tudo em incêndio, incluindo medalhas

A mergulhadora luso-canadiana Meaghan Benfeito viu todos os seus pertences destruídos, incluindo três medalhas olímpicas e duas que conquistou nos Jogos Pan-Americanos, na sequência do incêndio que na pretérita quinta-feira (28) deflagrou no prédio onde residia com o companheiro, o jogador de futebol canadiano Alexandre Dupuis, e que destruiu por completo o edifício.

A atleta luso-canadiana de 31 anos, natural de Montreal, estava sozinha em casa e conseguiu escapar ilesa do sinistro que, segundo a relações públicas da atleta, Marie-Annick L'Allier, foi provocado pela explosão duma botija de gás que se encontrava na varanda doutro apartamento no prédio.

Meaghan Benfeito "só teve tempo de vestir o casaco e pôr o cachecol antes de sair", indicou a sua porta-voz, adiantando que até o carro que estava na garagem subterrânea tinha ardido.

Tanto a Mergulho Canadá – organização que gere a modalidade desportiva a nível nacional – como o Comité Olímpico Canadiano estão a envidar esforços para que a atleta possa vir a receber réplicas das medalhas que perdeu no fogo.

Entretanto a ex-colega de equipa, Mélanie Rinaldi, criou uma página para angariação de fundos no portal GoFundMe (tinyurl.com/ytpwfxbp) com o objectivo de conseguir 100.000 dólares para a ajudar e até ao início desta semana tinham já recolhido quase 30.000 dólares em donativos.

Alexandre Dupuis, que é defesa central da equipa de Edmonton da Liga de Futebol Canadiano (CFL, na sigla em inglês) agradeceu todo o apoio que ele e a companheira têm vindo a receber e exprimiu a gratidão do casal na plataforma social Instagram.

"Gostava de poder encontrar as palavras para vos dizer o quanto estou grato por todo o amor e apoio que me têm enviado, a mim e à @megbenfeito!", escreveu na sua mensagem.

Entretanto a porta-voz da mergulhadora luso-descendente indicou que, tal como outros atletas olímpicos, Meaghan Benfeito se debate com a incerteza que paira em torno dos Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio, adiados para este ano.

Caso venham a realizar-se, a mergulhadora olímpica pretende lutar pelas medalhas de ouro nas categorias femininas de mergulho sincronizado de 10 metros, juntamente com a colega Caeli McKay, e de 10 metros individuais.

Nos Jogos Olímpicos de Verão em 2012 e 2016, Meaghan Benfeito conquistou medalhas de bronze no mergulho feminino sincronizado de 10 metros, em parceria com a colega Roseline Filion, assim como na categoria de mergulho individual feminino de 10 metros em 2016.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português