CANTINHO DA POESIA


Ao raiar dum novo dia

Por Eduardo Duque
Sol Português

Ao raiar dum novo dia...
Iniciamos o baptismo dos actos
Reflectimos a nossa identidade
Protagonizamos a nossa existência
Acendemos fogos e deuses...
Partilhamos o orgulho, a lealdade.

Da vida, até somos capazes
Realizamos rituais
Alimentamos a alma ser divina;
Desfraldamos a honra e a glória
Acendemos tochas, descobrimos sempre mais.

Somos audazes...
Ultrapassamos barreiras
Celebramos a coragem
Da oração, ultrapassamos nuvens...
Da terra, somos sagazes.

Semeamos cheiros e pudores
Até podemos ser santos...
Temos o poder de transformar
Construir altas torres...
Tão mais altas que a visão
Ficaremos instintos, recantos!


Voltar a Poesia


Voltar a Sol Português