PORTUGAL EM FOCO


Penacova tem lampreia em "take way" com a participação de oito restaurantes

Oito restaurantes do concelho de Penacova vão comercializar arroz de lampreia em regime de `take away' no âmbito de uma campanha que começa hoje (sexta-feira), anunciou quinta-feira (4) a Câmara Municipal.

"Os amantes da lampreia de Penacova vão poder, enquanto os estabelecimentos estiverem encerrados ao público, levar a comida para casa", informa em comunicado o município presidido por Humberto Oliveira, indicando que a iniciativa, além da autarquia e dos restaurantes aderentes, envolve ainda a Confraria da Lampreia.

Para o socialista Humberto Oliveira, desengane-se "quem pensa que a lampreia e o `take away' não combinam".

"As pessoas podem telefonar aos restaurantes a reservar as doses pretendidas e, no momento de as irem buscar, receberão um `kit' que inclui as doses de lampreia pré-confeccionadas, um saco com arroz cru na medida das respectivas doses, a tradicional doçaria e ainda um folheto que conta a história ligada à lampreia", adianta.

Ciclóstomo do tempo dos dinossauros, que nesta época do ano sobe o rio Mondego, entre o estuário, na Figueira da Foz, e vários municípios a montante de Penacova, a lampreia é uma "iguaria da identidade gastronómica" da região, o que justifica esta campanha promocional com a participação de oito casas da especialidade.

"Cada restaurante explicará como terminar a confecção do arroz de lampreia em casa e em segurança. Mas desengane-se também quem pretender assim descobrir o segredo da confecção", avisa a autarquia do distrito de Coimbra.

Citado na mesma nota, o vereador da Cultura e do Turismo, João Azadinho, explica que "o segredo está na forma como a lampreia é amanhada, temperada e cozinhada".

"Esse continuará nas mãos das cozinheiras e dos cozinheiros dos nossos restaurantes", afirma João Azadinho, sublinhando a "importância de manter viva a tradição" de Penacova.

No entanto, o município "mantém a esperança de que seja possível ainda realizar o habitual festival da lampreia, (…) adiando-o para uma data que a pandemia possibilite".


Voltar a Portugal em Foco


Voltar a Sol Português