1ª PÁGINA


14.º Concurso de Cantores:

Luso-canadiano conquista segundo lugar em final "virtual"

Por João Vicente

Sol Português

Apesar de todos os contratempos e das restrições impostas pelas medidas de contenção da pandemia da Covid-19 que ainda perduram, a final da 14.ª edição do Concurso de Cantores com John Santos (SCJS, na sigla em inglês) realizou-se no passado sábado (30) a partir da Casa do Alentejo de Toronto, ainda que numa edição "virtual" mas que mesmo assim acabaria por ser visualizada por milhares de espectadores.

O evento, inicialmente marcado para o dia 25 de Abril no Centro de Convenções Pearson, só foi adiante graças à perseverança dos seus organizadores, John e Lisa Santos, que perante a necessidade de se manterem as distâncias decretadas pelas autoridades optaram por uma final transmitida pela Internet.

O resultado foi que mesmo sem poder contar com a habitual assistência de cerca de um milhar de pessoas ao vivo, o evento logrou alguns milhares de espectadores que, em directo e online, acompanharam os acontecimentos através das plataformas YouTube e GoLive TV e puderam votar nos seus concorrentes favoritos.

Em prova estiveram 10 concorrentes distribuídos pelas categorias juvenil e adulta, incluindo três luso-canadianos: uma jovem e dois adultos.

Tendo-se envidado todos os esforços para evitar o contacto físico, os concorrentes entraram, um a um, por uma porta e saíram por outra, enquanto que a equipa técnica que assegurava a transmissão se encontrava igualmente espaçada.

Com os elementos do júri numa outra sala, também distanciados e cada um em sua mesa, John e Lisa encarregaram-se da apresentação do espectáculo a partir do seu estúdio, situado no andar superior do edifício.

Estas circunstâncias não só impediram os concorrentes de actuar perante uma plateia ao vivo como em grupo e acompanhados por uma banda de músicos, que são componentes importantes desta experiência.

Contudo, o silêncio absoluto da sala permitiu que as vozes se destacassem e pode até argumentar-se que talvez fosse assim mais fácil distinguir importantes diferenças entre elas.

Na verdade todos os finalistas viriam a ter prestações dignas, apesar de cantarem perante uma sala vazia, mas dado que além de terem de atingir as notas certas era preciso também projectarem a mesma energia que demonstraram ao longo das etapas, quando cantavam para o público ao vivo, nem todos conseguiram manter o mesmo nível.

Também as vencedoras da 13.ª edição do concurso se viriam impedidas de actuar como estava previsto e uma delas, Precious Hernandez, nem pôde terminar a produção do vídeo da sua canção original devido à entrada em vigor das medidas dedicadas a conter a pandemia

Por esse motivo, e enquanto se contavam os votos, os espectadores que acompanhavam a final online só puderam apreciar o vídeo do tema "Old News", de Kiana Medeiros (que usa o nome de palco Kiana Sofia).

Ao todo, porém, mais de 5.000 aparelhos diversos – desde tablets a televisores, computadores e telemóveis – captaram a transmissão desta final e contabilizaram-se cerca de 15.000 votos no servidor que foi preparado para esse efeito.

A forte afluência ultrapassou a capacidade do servidor que a dada altura se foi abaixo, mas, uma vez restabelecido, o período de voto foi prolongado durante mais algum tempo para permitir a votação dos que que haviam ficado temporariamente impedidos de o fazer.

Como habitualmente, o resultado final foi determinado com base na votação popular e do júri, composto desta feita por Valter Barberini, Trevor Shelton, Alex Andronache, Patrick Albernaz e Anthony Wright.

Os primeiros resultados a serem anunciados foram do escalão juvenil onde o primeiro lugar coube a Nivedita Motiram, de 15 anos de idade, que demonstrou a sua capacidade vocal através dos temas "I will Survive", de Gloria Gaynor, e "Always Remember Us This Way", de Lady Gaga.

Em segundo lugar classificou-se Mia Baron, de 12 anos, que interpretou "Sparrow", de Emeli Sandé, e "Who's Loving You", dos Jackson 5.

Na categoria de adultos, o primeiro lugar mais uma vez fugiu ao luso-canadiano Patrick Lopes que teve de se consolar com a segunda posição após a sua interpretação dos temas "Dance With Me Tonight", de Olly Murs, e "Someone You Loved", de Lewis Capaldi.

O primeiro lugar ficou assim para Tanya Yousofi, que recebeu mais votos com as suas interpretações de "It's a Man's World", de James Brown, e "Speechless", de Naomi Scott, assumindo a vitória no grupo de adultos.

Todos os finalistas exibiram qualidades que justificavam a sua presença nesta final, pelos menos aos olhos das assistências que neles votaram e dos júris responsáveis pelo seu apuramento ao longo do ano, sendo por isso de destacar as prestações de Sabrina Barreto, Ishaan Grotra e A.J. Manuel, no escalão juvenil, assim como de Janiah Brown, Jennifer Ramalho e Tasheena Doxtator, que completavam a categoria de adultos.

Cada um dos vencedores nos dois grupos ganha a edição de um álbum com oito temas escritos em colaboração com um produtor, assim como a produção profissional de um teledisco de um dos seus temas originais, e um curso do Instituto Metalworks, no valor de 1.000 dólares.

Também o segundo classificado do escalão de adultos é premiado com um curso do Instituto Metalworks, no mesmo valor, e tanto o segundo classificado do escalão de adultos como do escalão juvenil ganham a produção profissional de um teledisco com os temas que gravaram para o álbum de compilação da competição deste ano.

Esta compilação dos temas interpretados pelos finalistas e editada em CD é normalmente colocada à venda na final e as receitas têm um fim caritativo, mas dado este ano não ter sido possível realizar-se devido ao encerramento das empresas responsáveis, as músicas estão disponíveis online, no endereço indicado na página 117 da revista do concurso – acessível através do link tinyurl.com/SCJSzine.

Este ano foi contemplada a campanha de angariação de fundos "For Eva Strong", a favor da bebé Eva Batista, que sofre de atrofia muscular espinal, pelo que dado terem sido impossibilitados de recolher os donativos durante a final os organizadores pedem a todos para que visitem a página gofundme.com/f/foreva-strong e o façam directamente.

Entretanto, o vídeo da final do concurso pode ser visualizado em youtube.com/thesingingcontest1, onde estão igualmente outros vídeos desta 14.ª edição da SCJS.

No rescaldo do espectáculo, os responsáveis, John e Lisa Santos, consideraram que todos os finalistas actuaram de forma excepcional, apesar das circunstâncias.

Contudo, não deixaram de expressar a sua esperança de que para o ano a final possa decorrer no formato tradicional, "acompanhada de uma boa refeição, uma banda ao vivo e muitos amigos e familiares reunidos para mostrarem o seu apoio a um grupo fantástico de concorrentes" que, naturalmente, beneficiam do calor humano que lhes é transmitido pelo público.


Voltar a Sol Português