1ª PÁGINA


Salário mínimo no Ontário aumenta em Janeiro para 15 dólares/hora

O governo do Ontário revelou que vai decretar o aumento do salário mínimo provincial para 15 dólares por hora no início do ano.

O primeiro-ministro Doug Ford fez o anúncio oficial esta terça-feira (2) no decorrer duma conferência de imprensa em Milton, em que foi acompanhado pelo ministro do Trabalho, Formação e Desenvolvimento de Competências, Monte McNaughton, e do ministro das Finanças, Peter Bethlenfalvy.

O salário mínimo no Ontário é actualmente de 14,35 dólares/hora e de acordo com o governo o aumento para 15 está previsto entrar em vigor a 1 de Janeiro, passando então a ser indexado à taxa de inflação.

Durante a conferência de imprensa em Milton, Doug Ford reconheceu que "para muitos residentes do Ontário, os salários não acompanharam o aumento do custo de vida" e que "os trabalhadores merecem ter mais dinheiro no bolso, porque trabalham arduamente", pelo que "o mínimo que o governo pode fazer é garantir que estamos a tornar-lhes a vida mais acessível".

Segundo o primeiro-ministro provincial, o aumento salarial vai beneficiar mais de 760.000 trabalhadores no Ontário e aplica-se igualmente aos que trabalham no ramo da restauração em bares, para quem o salário mínimo actual é 12,55 dólares/hora.

Em 2018, o anterior governo tinha aumentado o salário mínimo de 11,60 para 14 dólares/hora e a sua promessa de o aumentar para 15 dólares/hora em 2019 foi suspensa por Doug Ford após assumir o cargo, justificando à época que o aumento seria demasiado oneroso para as empresas suportarem.

Jerry Dias, presidente do sindicato Unifor National, presente na conferência de terça-feira, ao lado de vários outros dirigentes sindicais, disse que embora o aumento salarial seja uma boa notícia para os que ganham o salário mínimo no Ontário, fica aquém do que seria desejável.

Entretanto, tanto a Federação Canadiana de Negócios Independentes (CFIB, na sigla em inglês), quanto a Câmara de Comércio do Ontário questionam o anúncio do governo, argumentando que muitas empresas no Ontário ainda estão a sofrer grandes dificuldades durante a pandemia e que o aumento salarial vai representar um aumento dos seus custos gerais.

Ambos os grupos pediram ao governo que reconsiderasse o momento da entrada em vigor da decisão, ao mesmo tempo que pedem para serem incluídos em futuras conversações relacionadas com aumentos salariais.


Voltar a Sol Português