COMUNIDADES EM FOCO


Miguel Gameiro e Olavo Bilac na
Semana de Portugal de Toronto

Os cantores Miguel Gameiro e Olavo Bilac, serão os cabeças de cartaz da Semana de Portugal de Toronto, que vai decorrer em Junho em Toronto, disse domingo (1) à agência Lusa uma fonte da organização.

"Quando não há apoios governamentais, ou do município, organizar um evento ao ar livre, com grandes orçamentos, não é fácil, trazendo artistas de Portugal, cantores de renome, como Miguel Gameiro e Olavo Bilac, como vamos trazer este ano, a muito custo, mas fazêmo-lo com muito prazer", afirmou Joe Eustáquio, presidente da direcção da ACAPO (Aliança dos Clubes e Associações Portuguesas do Ontário).

Os concertos com a participação de elementos das antigas bandas de Gameiro (Polo Norte) e de Bilac (Santos e Pecadores), terão lugar nos dias 10, 11 e 12 de Junho, no Earlscourt Park, junto à intersecção da Caledonia Road com a St. Clair Avenue West.

"Fazemos isto com um sentimento de que temos uma responsabilidade de representar os portugueses na área de Toronto, habituados a este tipo de espectáculos, onde não vai faltar a gastronomia portuguesa, o festival de folclore Raízes do Nosso Povo, numa celebração de portugalidade", sublinhou o dirigente.

A abertura oficial das celebrações tem lugar no dia 13 de Maio, no 69.º aniversário da imigração oficial portuguesa para o Canadá, na Praça Camões, na College Street.

Uma área que "não é muito reconhecido pelos portugueses", mas que "integra a história da comunidade", onde está localizado o Passeio da Fama Luso-Canadiano, local que representa "o passado e o futuro da comunidade".

A Parada do Dia de Portugal tem lugar no dia 11 de Junho, na Dundas Street West, entre a Lansdowne e a Ossington, seguindo-se para o Trinity Bellwoods Park, onde terá lugar a habitual homenagem aos voluntários.

"Entre 1987 a 2017 a Aliança teve um grande impacto na cultura da comunidade portuguesa nesta região, com uma parada reconhecida internacionalmente, entendemos que a nossa obrigação é de tentar voltar e criar um desfile que honre a nossa cultura e daquilo que Portugal representa neste país", explicou Joe Eustáquio.

Antes do início da pandemia, a ACAPO contava com 37 associações filiadas activas, existindo alguma preocupação com o futuro de algumas colectividades principalmente ranchos folclóricos.

Nesse sentido o dirigente apela que todos os membros da comunidade apoiem, "quer monetariamente ou através de trabalho voluntário junto do movimento associativo, para que a cultura portuguesa continue presente no Canadá".


Voltar a Comunidade em Foco


Voltar a Sol Português