SUPLEMENTO DESPORTIVO


Surdolímpicos:

Portugal com uma medalha de bronze e um diploma no terceiro dia

Portugal fechou com uma medalha de bronze, conquistada por André Soares, e um diploma na natação, conseguido por Diogo Neves, o terceiro dia (quinta-feira, 5) de competição dos Jogos Surdolímpicos, que decorrem em Caxias do Sul, no Brasil.

Na quarta-feira, André Soares arrecadou o bronze na prova de contra-relógio, disputada junto ao santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, ao percorrer os 30 quilómetros em 48.03,52 minutos, ficando a pouco mais de um minuto do vencedor, o francês Théo Moreau (47.01,96).

O bronze de André Soares, que se estreou em Jogos Surdolímpicos, junta-se ao ouro conseguido na terça-feira pela judoca Joana Santos, na categoria de -57 kg.

Na piscina Recreio Guarany, Diogo Neves terminou na sexta posição a final dos 400 metros estilos, ao nadar em 5.06,60 minutos, assegurando a conquista de um diploma, o segundo para Portugal, depois do conseguido na estafeta masculina dos 4x100 metros livres.

Portugal, que está representado por 12 atletas, em seis modalidades, somou a sua 15.ª medalha em Jogos Surdolímpicos, competição na qual participa desde 1993.

O evento é organizado pelo Comité Internacional de Desporto para Surdos (ICSD), criado em 1924 e que em 1955 foi admitido pelo Comité Olímpico Internacional como federação internacional.


Voltar a Golo


Voltar a Sol Português