SUPLEMENTO DESPORTIVO


Futsal | LC:

Benfica assegura terceiro lugar com goleada ao ACCS

O Benfica assegurou domingo (1) o terceiro lugar na Liga dos Campeões de futsal, após bater por 5-2 o ACCS Asnières Villeneuve, resultado que não espelha as dificuldades impostas pelos franceses à equipa `encarnada'.

Ainda a `digerir' a derrota com o FC Barcelona nas meias-finais, a equipa orientada por Pulpis demorou a entrar no jogo, mas terminou com um registo de 61 remates, 31 dos quais na primeira parte, que terminou apenas com uma vantagem mínima de 1-0, num encontro em que os franceses mantiveram as esperanças vivas até perto do final.

Apesar do caudal ofensivo, o Benfica só enquadrou cerca de um terço dos remates e esbarrou na inspiração do guarda-redes Careca, só conseguindo `disparar' no marcador, precisamente, quando os franceses colocaram Landry N'Gala como guarda-redes avançado, na tentativa de levar o jogo para as grandes penalidades.

E os `encarnados' só conseguiram abrir o marcador mesmo em cima do intervalo, quando Hossein Tayebi (20 minutos) aproveitou uma desconcentração do ACCS Asnières Villeneuve numa reposição de bola na linha lateral, para empurrar, sem deixar bater no chão, ante um desamparado Careca.

Já na segunda parte, Chishkala (30) aumentou para 2-0, também de bola parada, num livre batido por Robinho e onde o português Ricardinho `traiu' o `guardião' da sua equipa, ao desviar involuntariamente a trajectória da bola.

Só que Mamadou Touré (33), no final de um lance de contra-ataque rápido, recolocou os franceses na discussão do resultado ao reduzir para 2-1.

Porém, o Benfica não podia ter reagido melhor, com Silvestre Ferreira (33) a repor a distância de dois golos em apenas seis segundos, finalizando uma boa combinação que envolveu também Chishkala e Jacaré.

Já a jogar com guarda-redes avançado, e a apenas três minutos do final, os franceses voltaram a alimentar a esperança de forçar as grandes penalidades, onde poderiam tentar surpreender os `encarnados', graças a um golo de Nelson Lutin (37), mas foram traídos por essa mesma estratégia.

Jacaré (39) e Rafael Henmi (40) aproveitaram a baliza deserta do ACCS Asnières Villeneuve nesse período para, num roubo de bola a meio campo e num remate de baliza a baliza, respectivamente, estabelecerem o volumoso resultado final.


Voltar a Golo


Voltar a Sol Português