1ª PÁGINA


Eleições provinciais:

Luso-canadiana quer reconquistar distrito de Mississauga-Lakeshore para os Liberais

Elizabeth Mendes inaugurou o seu escritório de campanha e diz-se intenta em derrotar o incumbente do partido Conservador

Por Luís Aparício

Sol Português

A concorrer por um distrito que já foi representado por um luso-canadiano, Elizabeth Mendes inaugurou oficialmente o seu escritório de campanha em Mississauga no passado sábado (30) e diz pretender reconquistar o círculo eleitoral de Mississauga-Lakeshore para o partido Liberal, pelo qual concorre nas eleições provinciais de Junho.

Actualmente representado na Assembleia Legislativa do Ontário pelo deputado Rudy Cuzzetto, membro do Partido Conservador, este distrito foi anteriormente a base de apoio do ex-ministro das Finanças do Ontário, Charles Sousa, no período de 2007 a 2018.

"Estou entusiasmada para o arranque a grande velocidade da minha campanha, agora que a minha sede abriu oficialmente", afirmou Elizabeth Mendes, que foi nomeada em Fevereiro de 2021 – durante a pandemia – pelo Partido Liberal para concorrer neste distrito e que, logo que lhe foi possível e permitido, começou a fazer pré-campanha porta a porta.

"Já batemos a milhares de portas na comunidade e estou pronta para defender toda a gente em Mississauga-Lakeshore", disse a luso-canadiana perante os apoiantes que se juntaram nas instalações, sitas ao número 10 da Rosewood Avenue, em Mississauga, para assistirem à inauguração.

Barry Gilbert, activista e defensor dos direitos da comunidade indígena, deu início às actividades que oficializaram a abertura do escritório de campanha com uma cerimónia de "defumação".

Este ritual, de cariz espiritual, foi feito com a queima de sálvia branca, uma planta considerada sagrada pelos nativos e que afasta os maus espíritos e as energias negativas, assim como protege e atrai saúde e prosperidade.

Fundador da organização Eagle Spirits of the Great Waters, Barry Gilbert expressou o seu apoio pela candidata luso-canadiana porque "ela ouve, entende as questões indígenas e está pronta para trabalhar juntamente com a nossa comunidade em Mississauga", afirmou.

Presente encontrava-se também o deputado federal eleito por este distrito, Sven Spengemann, que pediu união e um esforço conjunto de todos com vista a alcançarem o objectivo final de levarem Elizabeth Mendes à vitória.

Na sua avaliação, a candidata luso-canadiana distingue-se por ser uma pessoa cuja "paixão e dedicação" à comunidade de Mississauga-Lakeshore "são incomparáveis", acreditando por isso que "fará uma excelente deputada provincial"e tem "todo o [seu] apoio", concluiu.

Quem também afirmou não ter dúvidas de que Elizabeth Mendes "é exactamente a pessoa certa" para representar o distrito de Mississauga-Lakeshore foi o ex-ministro Charles Sousa, que dirigiu algumas palavras ao público.

O ex-político luso-canadiano relembrou que teve oportunidade de trabalhar com a candidata durante muitos anos, "uma pessoa humilde, inteligente e uma trabalhadora incansável e honesta", como fez questão de adjectivar, e que tem o apoio da família e amigos nesta decisão de se candidatar a um cargo público.

Na sua avaliação, Elizabeth Mendes "tem a experiência e os conhecimentos para representar todos no distrito eleitoral", considerando-a "uma líder" à altura do desafio.

Elizabeth Mendes viria a dirigir-se ao público pouco depois, fazendo questão de se apresentar como mãe, esposa e empresária, que vive numa comunidade forte, mas que receia pelo futuro da próxima geração, defendendo que os governos "devem acompanhar os tempos de mudança" e aproveitando para atacar o actual primeiro-ministro do Ontário, Doug Ford, que considerou estar "preso no passado".

A candidata, que conta com o apoio da Federação de Professores do Ensino Secundário do Ontário (OSSTF, na sigla em inglês), fez ainda alguns comentários sobre os seus esforços no sentido de apoiar os menos afortunados e o desejo de proteger serviços como a educação, a saúde e os transportes públicos.

"Se acreditam em mim e na nossa mensagem, venham apoiar-nos", pediu, destacando que o escritório de campanha tem um quintal com espaço e brinquedos para os mais pequenos porque, como mãe, sabe "em primeira mão como pode ser difícil ser voluntária e cuidar das crianças – mesmo por algumas horas", destacou.

O escritório está aberto ao público de segunda a sábado, das 10h00 às 18h00, e aos domingos, das 11h00 às 16h.00.


Voltar a Sol Português