PORTUGAL EM FOCO


Rosto dos Papas marcam visita temática à exposição Rostos de Fátima

O "Rosto dos Papas" é o tema da visita temática à exposição "Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual", que o Santuário de Fátima promoveu na noite de quarta-feira (4), orientada pela vaticanista Aura Miguel.

Esta é a primeira visita temática à exposição do ano pastoral 2021/2022 e naquele espaço museológico constam peças de colecções particulares e institucionais, cedidas para a ocasião e apresenta peças do Museu do Santuário de Fátima, "nomeadamente da sua exposição permanente, que estará encerrada durante esta mostra, como é o caso da coroa preciosa de Nossa Senhora de Fátima", informou o Santuário.

A vaticanista Aura Miguel é jornalista da Rádio Renascença, ao longo de 16 anos e de quase 50 viagens, efectuou a cobertura jornalística do pontificado de João Paulo II, sendo a única portuguesa acreditada na Sala de Imprensa da Santa Sé que acompanha regularmente o Papa nas suas viagens apostólicas. Aura Miguel tem publicada a obra O Segredo que Conduz o Papa - A Experiência de Fátima no Pontificado de João Paulo II (2002), bem como Porque Viajas Tanto (2003), que relata episódios do seu convívio com o Papa João Paulo II durante o seu Pontificado.

Além da visita de quarta-feira, estão previstas mais cinco sessões: em 1 de Junho, com o tema "Os rostos dos Pastorinhos de Fátima na fotografia e na arte", por Marco Daniel Duarte, em 6 de Julho, sobre "O rosto de Cristo cantado pela Verónica e por outros cantos da tradição popular", pelo Rancho Folclórico da Casa do Povo do Paul, Covilhã, em 3 de Agosto, com o tema "Voz da Fátima, rosto do Santuário da Cova da Iria", por Carmo Rodeia, em 7 de Setembro, subordinado ao tema "A Virgem Peregrina, rosto de Fátima no mundo", por Sónia Vazão, e em 5 de Outubro, sobre "Museologia, rosto da relação com o sagrado", por Maria Isabel Roque.

"Nesta exposição, os visitantes poderão percorrer, até 15 de Outubro de 2022, a história de Fátima pelos vários rostos que a fizeram", explica o Santuário, adiantando que a mostra está dividida em duas partes.

"Num primeiro momento, que percorre o primeiro século de Fátima, dão-se a conhecer os rostos relevantes da história da Cova da Iria, a começar pelos três videntes, passando pelos impulsionadores, administradores, investigadores e até os adversários de Fátima, que assumiram dúvidas e militâncias em relação ao acontecimento da Cova da Iria. A primeira parte da exposição tem ainda um núcleo dedicado à fisionomia artística, onde estão expostas obras daqueles que olharam para Fátima no último século e termina com uma galeria fotográfica dos protagonistas de Fátima: os próprios peregrinos, onde são também apresentados os objetos oferecidos pelos Papas ao Santuário, nomeadamente as rosas de ouro e o anel de São João Paulo II", informa o Santuário.

Já a segunda parte propõe "um percurso orante e centrado na fé pelas `fisionomias espirituais', desafiando o visitante a interpelar-se sobre a sua condição humana".


Voltar a Portugal em Foco


Voltar a Sol Português