CANADÁ EM FOCO


Canadá apresentou queixa contra os Estados Unidos na OMC

O governo de Otava apresentou na passada sexta-feira (1) uma queixa contra os Estados Unidos na Organização Mundial do Comércio (OMC), após a decisão americana de impor taxas às importações de aço e alumínio canadianos.

A Ministra dos Negócios Estrangeiros, Chrystia Freeland, explicou os motivos da queixa: "Esses direitos alfandegários, impostos unilate-ralmente sob o pretexto de que garantem a segurança nacional dos Estados Unidos, não respeitam nem as obrigações comerciais internacionais americanas nem as regras da OMC."

Para além das "medidas de represália" canadianas sobre os Estados Unidos anunciadas (num valor de 16,6 mil milhões de dólares canadianos), Chrystia Freeland pediu ainda à OMC para "efectuar conversações com os Estados Unidos relacionadas com a imposição dos direitos alfandegários punitivos sobre as importações de aço e alumínio provenientes do Canadá."

A responsável pelas relações externas do Canadá sublinhou ainda que o governo de Otava "vai trabalhar em estreita colaboração com a União Europeia", que também apresentou uma queixa contra os Estados Unidos na Organização Mundial do Comércio.

Recorde-se que, desde o passado dia 1 de Junho, os Estados Unidos impuseram uma taxa de 25% sobre o aço e de 10% sobre o alumínio a todas as importações americanas provenientes da União Europeia, Canadá e México.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português