CANADÁ EM FOCO


Canadianos nascidos entre 1945 e 1975 devem fazer o rastreio da Hepatite C

Os cidadãos canadia-nos nascidos entre os anos de 1945 e 1975 – essencialmente a geração chamada `baby-boom' – devem fazer o rastreio do vírus da Hepatite C, de acordo com um novo conjunto de directrizes médicas anunciadas no início desta semana (4).

As autoridades de saúde canadianas estimam que mais de 250.000 canadianos estejam infectados com o vírus da Hepatite C, mas entre 40 a 70 por cento deles não têm consciência de estarem infectados, porque o vírus pode passar décadas dentro do hospedeiro sem dar qualquer sinal.

A infecção crónica com o vírus da Hepatite C pode levar à cirrose do fígado ou ao cancro do fígado.

A Associação Cana-dia—na para o Estudo do Fígado, um grupo nacional de investigadores e de presta-dores de cuidados de saúde, publicou as directrizes para o rastreio e o tratamento da Hepatite C na edição do "Jornal da Associação Médica Canadiana", da passada segunda-feira.

O Dr. Jordan Feld, especialista das doenças do fígado na Universidade de Toronto e co-autor das directrizes, diz que a recomendação-chave é que as pessoas vão fazer o rastreio, tendo por base a sua idade.

"A razão para termos dado estas indicações tem por base o facto de entre dois terços e três quartos das pessoas infectadas com o vírus da Hepatite C, no Canadá, terem nascido entre 1945 e 1975. Por isso, tal como uma pessoa faz um teste à pressão arterial, ou ao colesterol, ou faz uma colonoscopia baseado na sua idade, nós recomendamos que as pessoas façam o rastreio da Hepatite C se nasceram entre aquelas datas.", explicou Feld.

O rastreio do vírus da Hepatite C é feito através de um simples teste de sangue.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português