CANADÁ EM FOCO


Dezenas de manifestações em todo o Canadá contra o oleoduto "Trans Mountain"

Na passada segunda-feira (4) tiveram lugar mais de uma centena de manifestações contra o oleoduto "Trans Mountain". As manifestações espalharam-se por todo o país, desde Charlottetown, na Ilha Princípe Eduardo, a Whitehorse, no Território de Yukon.

As manifestações foram realizadas à porta dos escritórios dos deputados federais do Partido Liberal, em todo o Canadá, e os manifestantes protestaram contra a decisão do governo de Otava de comprar o oleoduto "Trans Mountain" por 4,5 mil milhões de dólares, sendo que a finalização da construção deverá acarretar ainda o gasto de mais alguns milhares de milhões de dólares.

Recorde-se que a expansão do oleoduto vai permitir o transporte de 890.000 barris de crude diários, de Edmonton, Alberta, para Burnaby, na Colúmbia Britânica, enquanto o actual oleoduto permite o transporte de apenas 300.000 barris diários.

A principal objecção à expansão do "Trans Mountain" está relacionada com o impacto que este poderá ter na evolução das alterações climáticas.

O projecto foi aprovado pelo governo federal, mas tem sido alvo de várias acções judiciais apresentadas pelas nações autóctones e por grupos ambientalistas.

Os protestos da passada segunda-feira foram organizados por uma coligação de vários grupos, entre eles, a Leadnow, a Coast Protectors, a Greenpeace e o Council of Canadians.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português