SUPLEMENTO DESPORTIVO


Mundial 2018: Fernando Gomes anuncia apoio a 23 jovens carenciados

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, anunciou quarta-feira que parte da receita da participação no Mundial de 2018 servirá para apoiar 23 jovens de famílias carenciadas.

O dirigente, que falava durante a recepção do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, à selecção, no antigo Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, deixou a promessa de, em vésperas do Euro2020, mostrar quem são "os primeiros bolseiros da história da Federação Portuguesa de Futebol (FPF)".

"A FPF decidiu aplicar parte da receita do Mundial da Rússia no acompanhamento de 23 alunos que arrancarão o ensino secundário em Setembro deste ano. Desta vez, além de jogarem pela bandeira, estes 23 atletas vão jogar por mudar a vida real de pessoas reais, de 23 jovens de famílias carenciadas portuguesas de zonas fora dos centros urbanos. Um país com menores oportunidades, mas que não pode ser esquecido", disse.

A `equipa das quinas' realizou e venceu quinta-feira, o último jogo de preparação para o Mundial, frente à Argélia, e Fernando Gomes deixou a certeza que as mais de 50 mil pessoas presentes no Estádio da Luz, em Lisboa, serão o mote do apoio de todos os portugueses nesta campanha na Rússia.

"Vão estar mulheres, homens, jovens e crianças do país todos. É essa força que levaremos para a Rússia. São 23 que merecem o apoio de todos. Precisam menos quando vencem e mais quando dando tudo o não conseguirem. Esta selecção merece tudo porque tem feito tudo. Acreditem que tudo faremos para continuar a honrar e representar Portugal condignamente", concluiu.

No Mundial2018, que se realiza entre 14 de Junho e 15 de Julho, Portugal integra o Grupo B e entra em prova no dia 15, frente à Espanha, em Sochi, e depois terá pela frente Marrocos, dia 20, em Moscovo, e o Irão de Carlos Queiroz, em Saransk, em 25 de Junho.


Voltar a Golo


Voltar a Sol Português