PORTUGAL EM FOCO


Câmara de Vila do Conde regulariza vínculo laboral com 52 precários

A Câmara Municipal de Vila do Conde anunciou segunda-feira que 52 trabalhadores do município, que tinham vínculo laboral precário, celebraram contratos de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado.

A medida foi feita ao abrigo do Programa de Regularização Extraordinária de Vínculos Precários lançado pelo Governo, e, no caso da autarquia vila-condense, beneficiou trabalhadores das carreiras de assistente operacional, que tinham sido contratados, por um ano, através dos programas do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Desde o primeiro trimestre de 2018 que a Câmara Municipal vinha a fazer o reconhecimento das necessidades permanentes dos seus serviços que não dispunham de colaboradores com vínculo adequado, partindo agora para esta regularização dos seus vínculos laborais.

"O município precisa de mão-de-obra qualificada nalgumas áreas e, por essa razão, estas 52 pessoas foram seleccionadas, fruto do bom desempenho realizado durante o período que connosco trabalharam", disse a presidente do Câmara de Vila do Conde, Elisa Ferraz.

A autarca espera que estes funcionários "desempenhem com eficiência as funções, realizando um trabalho com qualidade e contribuindo para uma boa imagem da Câmara Municipal de Vila do Conde".


Voltar a Portugal em Foco


Voltar a Sol Português