1ª PÁGINA


Canadá/Covid-19:

Ontario dá primeiros passos rumo à eventual reabertura da economia

No início desta semana o número de pessoas infectadas com o vírus da Covid-19 em todo o mundo tinha já ultrapassado os 3,5 milhões, mais 500.000 do que na semana anterior, incluindo 30.000 novos óbitos que elevaram a fasquia para mais de 250.000 mortos desde o início da pandemia.

Na segunda-feira (4) no Canadá, quando se assinalavam 100 dias desde que foi detectado o primeiro caso no país, o número de infectados rondava os 60.000, com 3.600 óbitos – mais de metade no Quebeque (32.623 infectados e 2280 mortes), seguido do Ontário (19.000 casos e 1427 mortes).

A meio da semana anterior, a 29 de Abril – dia em que foi anunciada a morte de mais uma profissional do sector da saúde com Covid-19 – dados do governo do Ontário revelaram que a taxa de funcionários de lares de terceira idade com Covid-19 (13%) era o dobro da dos doentes ao seu cuidado (5,6%), e que um em cada sete casos na província envolve um profissional do ramo – uma das taxas mais altas do mundo.

Vários sindicatos que representam os trabalhadores da primeira linha, organizações defensoras dos idosos e peritos na prestação de cuidados prolongados destacaram de imediato que há dois meses que chamam a atenção para o que consideram ser a falta de condições e de equipamento protector junto dos Ministérios da Saúde e de Cuidados Prolongados.

Nesse mesmo dia as unidades de saúde do Ontário registaram as 24 horas mais mortíferas desta pandemia até então, com um total de 83 óbitos, apesar do número de novas infecções continuar a abrandar.

Também na cidade de Toronto se registou um novo recorde no número de falecimentos diários, sendo que de acordo com a autarquia cerca de 75 por cento das mortes ocorre devido a focos de infecção institucionais.

A autarquia torontina tinha anunciado na véspera que três funcionários que trabalham numa das creches que tinham sido inauguradas dias antes para tomarem conta dos filhos dos funcionários designados essenciais tinham acusado positivo nos testes de Covid-19.

O número viria a aumentar para quatro, acrescido de uma criança de oito meses que era utente, o que deu azo a uma investigação anunciada pela directora dos serviços de saúde, Dra. Eileen de Villa, e levou o Presidente da Câmara, John Tory, a expressar a sua preocupação com o encerramento do Jesse Ketchum Early Learning and Child Care Centre durante duas semanas, com os funcionários e 58 crianças a terem de se auto-isolar.

Para dar resposta às necessidades dos sem abrigo, a autarquia apresentou uma iniciativa destinada a disponibilizar interinamente mais 125 moradias em dois edifícios de apartamentos.

Entretanto as casas funerárias da província disseram estar a preparar-se para uma vaga de serviços fúnebres assim que as restrições forem suspendidas.

Recorde-se que ao abrigo das medidas de emergência impostas até à data apenas são permitidos um oficiante e nove pessoas num funeral, mas o plano de reabertura das actividades para o Ontário prevê permitir um aumento nesse número, embora os detalhes e a data estejam ainda por determinar.

O Primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, anunciou que a famosa equipa de acrobacias aéreas das forças armadas canadianas, Snowbirds, estava para iniciar uma digressão nacional destinada a animar o espírito dos canadianos, cansados das dificuldades causadas pelas medidas de combate à pandemia.

O governo federal anunciou também a intenção de pagar entre 1.000 e 5.000 dólares aos estudantes que se voluntariarem para ajudar no combate à pandemia assim como de oferecer apoios especificamente dirigidos aos estudantes indígenas, ao abrigo de uma iniciativa designada Canada Student Services Grant (CSSG).

Justin Trudeau revelou ainda que o governo pretende prolongar as bolsas e apoios concedidos a pesquisadores e estudantes licenciados, um investimento que irá para além dos 9.000 milhões de dólares anunciados na semana anterior e que foram entretanto aprovados pelo Parlamento.

O líder do governo federal expressou a sua convicção de que os canadianos estarão dispostos a fornecer voluntariamente informações pessoais recolhidas através de telemóveis e aplicativos para ajudarem a rastrear os contactos das pessoas infectadas com o Covid-19, embora admitisse que os limites que serão impostos a esse tipo de invasão de privacidade ainda estariam por determinar.

Por fim, e em resposta a um apelo da Federação de Futebol Canadiano (CFL, na sigla inglesa), que pediu 150 milhões de dólares para evitar o colapso, o Primeiro-ministro disse que o governo irá avaliar que apoio poderá oferecer.

Por seu turno, no Ontário o Primeiro-ministro Doug Ford mostrou-se satisfeito em ver que o número de novas infecções começa a diminuir e indicou que a lista de trabalhadores que vão ter direito a infantário para os filhos vai ser ampliada por forma a incluir também os embaladores de carne, empregados de mercearias e outros considerados essenciais.

O Chefe do governo provincial insurgiu-se ainda contra o que considerou uma atitude "ridícula" imposta pelo município de Otava, que impediu os familiares de verem os seus entes queridos através das janelas dos lares de idosos após a autarquia ter alegado que os visitantes não estavam a obedecer às regras de distanciamento.

O Ministério do Trabalho do Ontário vai colocar mais 58 inspectores a avaliarem as condições de segurança no trabalho e ficou-se a saber também que muitas empresas terão de instalar divisórias acrílicas (plexiglass), melhorar os sistemas de aquecimento e ar condicionado, fornecer desinfectante para as mãos e fazer cumprir as regras de distanciamento social quando reabrirem.

A Linha de Apoio a Seniores de Toronto – um serviço que presta assistência aos idosos e aos que deles cuidam em termos de saúde mental, finanças e outros aspectos – indicou ter registado um aumento de 1000 por cento no número de chamadas recebidas em relação a igual período no ano anterior.

Entretanto, o ministro da Segurança Pública alertou que as crianças correm agora mais risco de se depararem com situações de abuso online devido à maior quantidade de tempo que passam na Internet, ressaltando que o Centro Nacional de Prevenção de Crimes e Abuso de Menores está alerta e a monitorizar a situação.

Segundo a ministra do Emprego, Carla Qualtrough, o governo está a estudar uma solução para um dos grupos que neste momento não se qualifica para o subsídio de 2.000 dólares mensais CERB concedido pelo governo federal: pais que, não trabalhando, estavam dependentes das pensões de alimentos para os filhos e cujos ex-cônjuges deixaram de pagar o sustento.

Em Mississauga a Assembleia Municipal decidiu suspender temporariamente as restrições de barulho e permitir às mesquitas emitirem uma vez por dia a convocação à oração durante o período do Ramadão, que termina a 24 de Maio, pois embora não sejam autorizados serviços religiosos os clérigos muçulmanos querem que o cântico sirva para lembrar aqueles que estão em casa.

Quanto à Assembleia Municipal de Toronto, reuniu-se virtualmente pela primeira vez desde 6 de Março e aprovou por unanimidade o prolongamento dos poderes de emergência do edil John Tory, bem como das regras de distanciamento nos jardins e praças municipais.

John Tory indicou posteriormente que ao abrigo do plano de recuperação da autarquia poderia vir a decretar o uso obrigatório de máscaras em alguns locais públicos, embora fosse uma medida ainda a debater.

Entretanto, o organismo parlamentar que supervisiona o orçamento federal informou que o défice anual deverá atingir os 252,1 mil milhões de dólares, valor que poderá ainda ser ultrapassado se as medidas de emergência se prolongarem para além do que está projectado.

Os aeroportos canadianos, por seu turno, prevêem percas de receita na ordem dos 2.000 milhões de dólares devido às medidas implementadas para tentar conter a pandemia.

Na sexta-feira (1), o Instituto C.D. Howe anunciou que o Canadá entrou oficialmente em recessão devido à devastação económica causada pelas medidas de contenção da pandemia.

A vice Primeira-ministra Chrystia Freeland apelou aos senhorios para que tenham compaixão pelos inquilinos que tiverem dificuldade em pagar a renda de Maio e afirmou que está na altura dos bancos considerarem também uma moratória no pagamento das prestações das hipotecas dos senhorios.

Entretanto, a Dra. Theresa Tam indicou que os peritos em saúde pública estavam impressionados com a forma como a população tem seguido os conselhos emitidos pelo governo.

A responsável pelos serviços de saúde do Canadá lembrou ainda que, sempre que necessário e apesar da pandemia, o público não deve deixar de recorrer aos serviços médicos, nem que seja através de consultas telefónicas ou online, e que é importante as pessoas comerem e dormirem bem, e fazerem exercício, apesar das limitações a que estão sujeitas.

A propósito da possibilidade da reabertura de escolas e infantários, Theresa Tam lembrou que embora nas crianças os sintomas da Covid-19 possam ser menos graves, é necessário ter em conta os adultos que olham por elas e as ensinam.

Segundo indicou, os casos de Covid-19 que têm sido detectados são apenas a ponta do icebergue e a chave para controlar a pandemia continua a ser manter o número de infectados a um nível suficientemente baixo para não superar as capacidades do sistema de saúde.

A seu ver, o Canadá está a conseguir esse equilíbrio, que considera mais importante do que saber o número exacto de casos na população em geral.

Na recta final da semana, Doug Ford anunciou que as lojas de jardinagem e viveiros no Ontário poderiam reabrir a partir de segunda-feira (4) para entregas e levantamento de compras, e avisou os concessionários de automóveis, as garagens de lavagem de carros, as empresas de construção civil, as marinas e os campos de golfe para se prepararem para a reabertura.

O governo provincial revelou que tinha conseguido realizar 16.532 testes de despistagem da Covid-19 no dia anterior, ultrapassando finalmente a fasquia dos 14.000 mas ainda abaixo dos almejados 19.000 testes diários que pretendia estar já a realizar nessa altura.

Doug Ford não poupou críticas aos manifestantes que no sábado (2) protestaram as regras de isolamento social em frente ao Parlamento provincial, sobretudo por terem desfraldado a bandeira canadiana de pernas para o ar.

Entretanto o tribunal do Ontário, que tem 200 repartições e anualmente avalia 590.000 casos criminais, viria a anunciar que tinha adiado a sua reabertura para 6 de Julho.

Em Toronto, John Tory pediu um inventário do equi-pa-mento de protecção, na eventualidade de se virem a registar novas vagas de infecção, e segundo o chefe dos bombeiros, Matthew Pegg, as reservas continuam "estáveis", incluindo respiradores em número suficiente para 41 dias.

A autarquia anunciou o cancelamento a nível municipal das comemorações do Dia do Canadá, no dia 1 de Julho, e informou que iria incentivar a participação numa celebração virtual a nível nacional.

Segundo o edil, o município pretende aproveitar este período de menor movimento para arranjar os buracos nas estradas e efectuar melhoramentos em 550 ruas da cidade.

No domingo (3), Justin Trudeau anunciou o investimento de 240 milhões de dólares para facilitar o acesso ao sistema de saúde online e para apoiar as pesquisas efectuadas por uma companhia de Vancouver sobre tratamento e prevenção da Covid-19.

Enquanto isso, a empresa Spartan Bioscience procedeu à recolha voluntária do seu teste rápido para Covid-19 após o departamento de saúde do Canadá ter expressado algumas preocupações quanto à sua fiabilidade.

O Primeiro-ministro viria mais tarde a garantir que o governo estava a ser transparente no que diz respeito ao dinheiro que tem sido investido para ajudar a população a ultrapassar esta crise, ainda que admitisse ser impossível apresentar um orçamento final pois há ainda muitas incógnitas.

Comprometeu-se por isso a solicitar uma auditoria à resposta do governo à crise, uma vez ultrapassada, e a estabelecer uma estratégia para que o país esteja mais bem preparado para uma eventual pandemia no futuro.

Em resposta a uma notícia de que a transportadora aérea Air Canada tencionava passar a medir a temperatura dos passageiros antes de embarcarem, a Dra. Theresa Tam viria a pronunciar-se sobre essa prática que considerou não ser "eficaz" para identificar a doença, muito menos quando aplicada por si só.

A responsável pelo sistema de saúde canadiano avisou ainda que a população vai ter de aprender a viver com a Covid-19 mesmo depois de ser dada luz verde para a reabertura da economia – observando as directrizes que ditam o distanciamento social e outras medidas – e realçou que trabalhar doente deixou de ser aceitável e que as pessoas precisam de se isolar ao primeiro sinal de sintomas.

Segundo o presidente do tesouro, Jean-Yves Duclos, no início desta semana havia já 7,3 milhões de canadianos a receber subsídios do CERB, número esse que viria a ser revisto para 7,5 milhões no dia seguinte.

Entretanto Doug Ford apelou à criação de uma estratégia nacional para o rastreamento dos contactos de pessoas infectadas, referindo ter já discutido o assunto com a vice primeira-ministra Chrystia Freeland e tencionar apresentar a ideia aos seus homólogos provinciais ainda esta semana.

O Primeiro-ministro do Ontário aludiu a eventuais "boas notícias para o feriado de Victoria Day", ao explicar que "só se pode impedir os contribuintes de desfrutarem das suas casas de campo até certo ponto".

Doug Ford viria a insurgir-se contra alguns dos 34 directores regionais de saúde do Ontário, que acusou de "simplesmente não estarem a cumprir com as suas obrigações", urgindo-os a realizarem um maior número de testes.

A investigação de quatro focos de contaminação no hospital Toronto Western identificou um total de 19 pacientes e 46 funcionários infectados, o que despoletou uma directiva "urgente" durante o fim-de-semana que causou transtornos e confusão aos residentes médicos que não se apresentaram ao serviço na segunda-feira.

Uma das maiores dificuldades com que as autarquias do Ontário se debatem é, a par da falta de verbas, o facto de que por lei lhes é proibido apresentarem défices orçamentais.

Por esse motivo, o dirigente do Partido Liberal do Ontário, Steven Del Duca, tem vindo a instar os governos do Ontário e federal no sentido de prestarem auxilio financeiro imediato aos governos municipais.

A nível de Toronto, as entidades de saúde do município anunciaram a reabertura das hortas comunitárias a partir desta semana, ainda que com novas regras relativas ao distanciamento que os seus utilizadores necessitam de manter e à limpeza e desinfecção.

Por seu turno, a Comissão de Transportes Públicos de Toronto (TTC, na sigla em inglês) afixou um aviso no seu portal online dando conta de que os condutores dos autocarros poderão, a qualquer altura, passar a designar os veículos exclusivamente para largar passageiros, anunciando essa mudança através do letreiro luminoso que indicará que o veículo está cheio e não aceita mais passageiros.

Na terça-feira (5), altura em que o país assinalou a passagem de mais uma meta mórbida ao ultrapassar as 4.000 mortes devido à Covid-19, o Primeiro-ministro Justin Trudeau prometeu um pacote de 252 milhões de dólares destinado a auxiliar as indústrias agrícola e alimentar afectadas pela crise.

Por seu turno, a Dra. Theresa Tam anunciou que a taxa de aumento diário de casos de Covid-19 caiu para cerca de três por cento o que, aliado a um decréscimo na proporção de testes positivos, significa que a progressão da pandemia dá sinais de estar a abrandar no Canadá.

Entretanto, indicou que a rede de pediatras do Canadá está a monitorizar o surgimento da síndrome inflamatória conhecida por doença de Kawasaki nas crianças infectadas com Covid-19, algo que se tem vindo a verificar também em vários outros países.


Voltar a Sol Português