1ª PÁGINA


Otava lembra viajantes que uso de aplicativo ArriveCAN é necessário para voltar a entrar no país

O governo federal está a relembrar os viajantes canadianos que têm de usar o aplicativo ArriveCAN para fornecerem informações ao regressarem ao país, após uma série de notícias terem circulado a dar conta de que cidadãos vacinados estão a ser obrigados a fazer quarentena em consequência de confusões na fronteira terrestre entre o Canadá e os EUA.

"Gostaria de lembrar todos os viajantes, canadianos e estrangeiros, que viajam por terra, ar ou mar, em viagens longas ou curtas, que têm de enviar as suas informações de saúde e de viagem na aplicação (app) gratuita ArriveCAN ou no portal na Internet antes de chegarem ao Canadá", alertou sexta-feira (3) o ministro da Saúde, Jean-Yves Duclos, durante uma conferência de imprensa a respeito da pandemia de Covid-19, reiterando que "é obrigatório".

Os comentários do ministro da Saúde surgiram na sequência da revelação de que vários cidadãos canadianos vacinados foram informados que teriam de permanecer em quarentena em casa, durante 14 dias, uma vez que não registaram as suas viagens através do aplicativo do governo.

As regras mudaram recentemente para permitir o regresso ao país dos cidadãos e residentes permanentes vacinados sem precisarem de apresentar um teste de despistagem PCR negativo, desde que a ausência tenha sido inferior a 72 horas.

Contudo, têm de fornecer informações obrigatórias através do aplicativo ArriveCAN, incluindo o comprovativo de vacinação, a data da viagem e um plano para quarentena, caso lhes seja assim indicado, antes de chegarem ao Canadá.

Numa fase inicial, quando o aplicativo foi introduzido em Novembro de 2020, o seu uso era obrigatório apenas para os que viajavam de avião, mas a 22 de Fevereiro deste ano passou a ser exigido também para quem chega por terra ou mar.


Voltar a Sol Português