CANADÁ EM FOCO


Venda de casas caiu 39% em relação ao ano passado

O mercado imobiliário da Área da Grande Toronto (AGT) está a ficar mais equilibrado, com a venda de imóveis a cair 39% no mês de Maio em relação ao mesmo período no ano anterior, revelou o Conselho Imobiliário Regional de Toronto (TRREB, na sigla em inglês) na última sexta-feira (3).

Ainda assim, o preços dos imóveis aumentou em média quase 10%.

De acordo com o TREEB, o número de imóveis residenciais vendidos no último mês foi de 7.283 unidades, inferior às 11.903 que se venderam em Maio de 2021 e às 7.989 transaccionadas em Abril deste ano.

O conselho atribuiu a queda nas vendas aos encargos mais altos com os empréstimos imobiliários, devido à subida das taxas de juros impulsionadas por pressões inflacionárias que pesaram sobre o consumo.

Por esse motivo, sublinha que os compradores tiveram maior poder de negociação no mês passado, quando o mercado começou a ficar mais equilibrado.

"Após um início de ano forte, o actual ciclo de ajustamento das taxas de juros alterou a dinâmica do mercado, com muitos dos potenciais compradores de imóveis a adiarem as aquisições", esclarece Jason Mercer, analista de mercado da TRREB, em comunicado.

Nas últimas semanas, os corretores de imóveis têm-se apercebido de que as vendas não estão a decorrer a um ritmo tão forte como no início do ano.

Muitos proprietários recebem agora menos ofertas quando colocam a casa à venda, levando alguns a aceitarem um preço mais baixo pelas suas propriedades.

O preço médio dos imóveis atingiu 1.212.806 dólares em Maio, um aumento de mais de 9% em relação à média de 1.108.124 dólares no mesmo mês do ano passado, contudo interior a 1.253.567 dólares, preço que se observava em Abril.

O número de casas à venda mudou pouco em relação ao que se registava um ano antes, com Maio a ver serem alistadas 18.679 propriedades, uma queda de menos de 1% em relação às 18.593 alistadas no mesmo mês em 2021.


Voltar a Canadá em Foco


Voltar a Sol Português