1ª PÁGINA


Grupo de Cantares dos Reis da AM Barcelos:

Tradição voltou à rua e percorreu mais de 20 espaços onde "Portugal" está habitualmente presente

Por Rómulo Ávila

Sol Português

O dia de sábado (7) começou cedo para o Grupo de Cantares dos Reis da Associação Migrante de Barcelos (AMB), que pelas 8h00 da manhã se concentrava já na Pastelaria Doce Minho para aquela que seria a primeira de uma longa série de actuações em diferentes pontos da comunidade lusa.

A fotografia de grupo para o jornal Sol Português dava o arranque para o dia, recheado de actuações que só acabariam por volta das 22h00 e que já na véspera tinham levado este grupo de cantadores populares a actuar em muitos outros espaços.

Ao longo de dois dias o grupo visitou mais de 20 locais onde a cultura e as tradições portuguesas estão habitualmente presentes e que este ano voltaram a ver reforçadas pela primeira vez desde a pandemia de covid-19 com estas exibições que recordam "As Janeiras" ou "Cantares aos Reis", característicos nesta altura do ano em muitas regiões de Portugal.

A nossa reportagem testemunhou a forma calorosa como "os Reis" foram recebidos em alguns desses locais, a começar pela actuação inicial na Pastelaria Doce Minho, onde a gerência tinha preparado para eles Bolo-Rei e vinho do Porto, delícias apreciadas também pelo público que se encontrava presente.

Depois disto, e fazendo jus a esta tradição secular portuguesa, o grupo seguiu viagem para outras paragens, tocando e cantando às portas das casas – neste caso, de espaços comerciais da comunidade portuguesa – invocando a celebração da visita dos três Reis Magos ao Menino Jesus.

No espírito da quadra e das celebrações, a AMB pretendeu também através desta iniciativa angariar donativos e importantes contributos para a prossecução das suas actividades enquanto Associação que pretende divulgar as tradições e cultura da região de Barcelos e do Baixo Minho.

Momentos antes do grupo de cantadores populares entrar no Talho e Salsicharia Pavão situado na rua Dundas, coração da comunidade portuguesa e da designada zona de Little Portugal, a nossa reportagem registou o depoimento de um dos dinamizadores do grupo, Victor Santos, que é também o actual presidente da AMB.

"É muito gratificante voltar a sair à rua, ver a nossa comunidade, estar com quem sempre nos apoiou e voltar a invocar as tradições e a cultura portuguesa", afirmou o dirigente que indicou terem já saudades deste convívio e da tradição.

"Dois anos impedidos de sair com o Grupo de Reis devido à covid-19, foi muito tempo e muito duro para todos", confessou.

O regresso foi bem recebido pela comunidade e pelo público já que, como salientou à nossa reportagem, sempre sentiram "carinho nestas saídas", mas este ano acha que "as pessoas e a comunidade estão mais chegadas, estão mais carinhosas e sente-se que tinham falta destes convívios e destes momentos".

A respeito dos temas que habitualmente interpretam, Victor Santos esclareceu que "são uma mistura entre o tradicional português e o cantar tradicional dos Reis, onde pesquisamos quadras antigas, no sentido de as trazer para o presente".

Esse é um trabalho que habitualmente faz com a esposa, Maria Helena Martins, que preside à Assembleia-Geral da Associação.

Sobre o futuro da colectividade, sente-se confiante: "temos agora muitos jovens, muitos deles já queriam andar connosco hoje, mas terão, claro, as suas oportunidades", referiu, apontando que "o facto deles nos apoiarem e estarem presentes é sinónimo de que a nossa tradição e a nossa Associação nunca irão morrer".

Concluiu com um "obrigado ao Sol Português por estar aqui connosco, acompanhando a nossa viagem e também apoiar sempre tudo o que é português e a nossa cultura" e desejou ainda a toda a equipa e leitores "um excelente 2023".

Depois desta deslocação ao estabelecimento Pavão Meats & Deli, viríamos ainda a encontrar a comitiva de 17 pessoas, entre homens e mulheres, músicos e cantores, no estabelecimento da rede de padarias e pastelarias Caldense situado na rua Symington.

À sua espera, mais um Bolo-Rei, vinho do Porto e clientes que aguardavam a visita e as suas interpretações contendo os desejos de um bom Ano Novo e a anunciar as boas-novas do nascimento de Jesus.

Segundo apurámos, durante os dois dias destas deslocações o Grupo de Cantares dos Reis da AMB percorreu mais de duas dezenas de estabelecimentos, incluindo: Rosa Branca Sport Bar, Luso M Riders, Canecas Sports Bar e Padaria Doce Minho.

Foram igualmente visitados dois estabelecimentos da rede de padarias Nova Era, o Talho Rui Gomes, a Padaria Brasil, Pavão Meats, Delta Sports Bar, Padaria Caldense e Newport.

Também a Casa do Benfica de Toronto recebeu a visita destes cantadores populares, assim como: Caloura Sports Bar, Chapa Restaurante, Restaurante Ti Carlos, Castelo Sports Bar, Praia de Mira Sports Bar, Gracinda Hair Studio, Távora Foods, Talho Paulo Ribeiro, Restaurante Pátio e New Casa Abril Restaurant.

Fundada a 20 de Outubro de 1998, a AMB afirma-se como "uma organização dinâmica e progressiva que acolhe pessoas vindas de todos os cantos de Portugal e também da nossa terra adoptiva, com o intuito de melhorar a contribuição que possamos dar para o enriquecimento da cultura portuguesa no Canadá".


Voltar a Sol Português