1ª PÁGINA


Casa do Alentejo de Toronto:

Novos corpos gerentes tomaram posse em evento que celebrou Dia da Mãe

Por Luís Aparício

Sol Português

A nova Direcção da Casa do Alentejo de Toronto (CAT), presidida por Jaime Nascimento, assumiu funções oficialmente no passado sábado (7), após a realização da cerimónia de tomada de posse.

A ocasião serviu igualmente para comemorar o Dia da Mãe numa organização conjunta da colectividade alentejana e da Casa do Benfica de Toronto (CBT).

Carlos de Sousa, presidente cessante da CAT, assume agora o papel de conselheiro directivo no novo Executivo dirigido por Jaime Nascimento, que, como nos confessou, não é alentejano, mas cujo coração falou mais alto quando na última Assembleia-Geral percebeu que era necessário encontrar rapidamente uma solução para viabilizar a continuidade da associação.

"Fui para casa e comecei a pensar seriamente nisto, por tudo aquilo que me liga à Casa do Alentejo desde praticamente a fundação", disse Jaime Nascimento, em declarações ao Sol Português.

Preparado para um mandato de dois anos, diz ter um projecto em mente _ porque, justifica, "há uma série de coisas que a casa precisa" _ e que este será divulgado a breve trecho.

No entanto, nas primeiras palavras que dirigiu aos sócios e amigos da colectividade, lembrou que durante a pandemia a casa manteve-se em actividade muito graças ao esforço e dedicação do projecto Girassol, um grupo de voluntários da CAT que tem utilizado o dinheiro proveniente de donativos para oferecer refeições a famílias carenciadas.

"Para mim, este grupo [Girassol] fará parte sine die dos estatutos e do contexto da CAT", frisou, reconhecendo o trabalho de Teresa de Sousa como sendo "a mentora e pessoa mais dinâmica que tem assumido a condição de liderança".

O novo presidente aproveitou ainda para agradecer a oportunidade de, conjuntamente com a CBT, poderem celebrar um momento tão significativo como o Dia da Mãe.

"Parabéns às mães, muitas saudades para aqueles que as não têm, e, acima de tudo, aqueles que as têm, que as vivam em plenitude porque quando se perde [uma mãe], perde-se um grande valor da nossa vida", disse.

Na ausência do presidente José Luís Lopes, que não se encontrava presente por motivos de saúde, coube a David Curto, um dos directores da Casa do Benfica de Toronto, a missão de dar os parabéns à nova Direcção da CAT e deixar um agradecimento ao elenco de directores cessante pelo trabalho desenvolvido nos últimos anos.

A finalizar a sua alocução, David Curto entregou a Jaime Nascimento um cachecol da colectividade benfiquista torontina.

Em plena campanha eleitoral para as legislativas de Junho, o candidato Liberal por Davenport, Jerry Levitan, deslocou-se a este encontro para se apresentar e reiterar a sua vontade de representar, na Assembleia Legislativa do Ontário, uma das maiores comunidades no Canadá.

Entre o público que assistiu ao evento, Zita Carvalho, que aproveitou o momento para conhecer a Casa do Alentejo e participar no evento do Dia da Mãe, destacou a importância de celebrar aquele dia por ser, como destacou, "um reconhecimento a um esforço infinito que uma mãe faz para criar os filhos".

Já Lucília da Silva, acompanhada de filhos e netos, disse à nossa reportagem que sempre deu muita importância à data, porque "é um dia muito bom".

"Basta ser mãe (e avó)", acrescentou.

O animado convívio viria a ser preenchido no final do serão por um baile a cargo da Banda Moda Nova.


Voltar a Sol Português