1ª PÁGINA


14.º Concurso de Cantores:

Estão escolhidos os 10 finalistas que irão lutar pelo primeiro lugar

Por João Vicente

Sol Português

A segunda e última semifinal da 14.ª edição do Concurso de Cantores com John Santos (SCJS na sigla em inglês), decorrida no passado sábado (7) na Casa do Alentejo de Toronto, adicionou mais cinco concorrentes ao rol de finalistas e embora desta feita nenhum fosse luso-descendente, três dos 10 que prestarão prova na grande final têm sangue lusitano e qualificaram-se na semana anterior.

A qualidade dos semifinalistas em prova mais uma vez deu que pensar ao público e ao júri – constituído por Valter Barberini, Patrick Albernaz, Joey Navarro, Alex Andronache, Joe Woods e Anthony Wright – os dois grupos que, em partes iguais, foram responsáveis pela votação final atribuída aos concorrentes.

O momento menos forte das actuações dessa noite envolveu a primeira concorrente juvenil, Shane Aludud, que não chegou a atingir a forma que já lhe é conhecida.

Isto tornou-se ainda mais evidente visto os restantes concorrentes terem estado todos bastante bem, incluindo a jovem Abigail Murphy, que teve um ataque de soluços a meio da sua interpretação de "All of Me", de John Legend, mas depressa se recompôs.

Desta feita a escolha recaiu sobre AJ Manuel, Nivedita Motiram e Mia Baron (escalão juvenil), e Janiah Hines Brown e Tanya Yousofi (escalão de adultos), mas poderia facilmente ter recaído sobre um naipe diferente de concorrentes, tão mínima que foi a diferença que os separou uns dos outros.

O pequenito AJ Manuel revelou ser um portento, pois com tão tenra idade apresenta um à-vontade e toma conta do palco de forma tão decisiva que é impossível não admirar a sua desenvoltura.

Mais uma vez a sua apresentação do tema do musical Dreamgirls, "And I Am Telling You" – inicialmente popularizado por Jennifer Holliday e mais recentemente por Jennifer Hudson – comoveu a assistência e valeu-lhe um número de votos suficiente para passar à final.

Por seu turno Mia Baron, que é uma das concorrentes com desempenho mais consistente, escolheu o tema de Smokey Robinson "Who's Lovin' You", popularizado por vários artistas e bandas de renome ao longo dos anos – o mais famoso e memorável dos quais talvez o grupo Jackson 5, constituído por Michael Jackson e seus irmãos.

Entretanto Nivedita Motiram, que parece acanhada mas em palco projecta uma voz e energia a que ninguém fica indiferente, conseguiu estar à altura do ambicioso tema de Lady Gaga "Always Remember Us This Way", demonstrando a nuance e portento vocal que a canção requer, o que lhe valeu um lugar na final, completando o grupo juvenil.

No escalão de adultos, a voz forte e aveludada de Janiah Hines Brown na interpretação do tema de Katy Perry "Wide Awake" foi talvez uma das escolhas mais "calmas" numa noite em que um dos elementos do júri chegou mesmo a destacar a dificuldade de escolher entre tantas vozes tão potentes.

Já a outra vencedora adulta, Tanya Yousofi, não deixou margem para dúvidas que se conta entre essas vozes potentes com a sua interpretação do tema "Speechless", popularizado por Naomi Scott no filme Aladdin.

Coube mais uma vez à apresentadora da SCJS TV, Marisa Oliveira, conduzir as entrevistas aos concorrentes no final da actuação de cada uma das categorias.

Durante o intervalo da votação o público teve a oportunidade de assistir aos tele-discos das vencedoras da 11.ª edição do SCJS, "It's All Good", da jovem Melissa Clement, e "Hopeless Hearts", de Keeana Cerezo, bem como a uma apresentação feita pelo jurado Alex Andronache sobre o Instituto Metalworks, para o qual trabalha como conselheiro educacional.

Foi ainda feito um apelo para a campanha "ForEva Strong", que se destina a ajudar uma criança luso-canadiana que necessita de tratamento para uma doença rara e cujos medicamentos não são pagos pelo sistema de saúde canadiano.

O tio da pequenita, André Batista, esteve presente e aceitou donativos do público, bem como teve oportunidade de sensibilizar a assistência para a situação que a família atravessa.

Entretanto, quatro dos cinco finalistas seleccionados na primeira semifinal – entre os quais os luso-canadianos Patrick Lopes, Sabrina Barreto e Jennifer Ramalho – viriam igualmente a prendar o público com alguns dos temas que vão levar à final, sendo a única excepção o jovem Ishaan Grotra, que se encontrava doente e não pôde actuar nessa noite.

Os finalistas entram agora no período de treino mais intenso da competição, altura em que irão não só praticar com afinco e ter um acompanhamento mais próximo por parte dos instrutores, como receber toda uma série de formação sobre a indústria musical.

Em especial no fim-de-semana de 20 a 22 deste mês, irão participar em sessões de formação sobre a composição de canções, técnicas de voz, contratação para espectáculos e sessões de gravação em estúdio, a par de outras instruções relevantes para uma eventual carreira neste ramo.

Joey Navarro, que em 2013 venceu este concurso na categoria juvenil, quando ainda andava na escola secundária – actualmente está a terminar a universidade – foi um dos júris nesta noite e embora se tenha dedicado aos estudos, garante que a sua intenção é escrever e compor após a graduação.

Como destaca, "o que este concurso mais me deu foram os contactos que estabeleci com as pessoas que fui conhecendo através das experiências e oportunidades" proporcionadas.

"Conheci uma série de pessoas com quem vim a trabalhar e daí surgiram amizades para a vida inteira", diz-nos, salientando que "os conhecimentos, seja em que indústria for – especialmente nas artes e nas ciências, que são as áreas a que me dedico – são muito importantes" para que se saiba "com quem falar para conseguir produzir a arte que queremos produzir".

Daí que não hesite ao afirmar que as portas que lhe foram abertas através deste concurso foram muito importantes e garanta que "se pudesse, voltava a fazer tudo outra vez".

O concurso SCJS foi criado por John e Lisa Santos no seio da comunidade luso-canadiana, tendo mais tarde sido aberto à participação geral e actualmente é uma competição que atrai uma grande diversidade de concorrentes.

Todas as sessões são gravadas e podem ser vistas a qualquer altura em várias plataformas electrónicas, incluindo no portal thesingingcontest.com, na página facebook.com/TheSingingContest e no canal de YouTube TheSingingContest1, onde transmite em directo, assim como na aplicação GoLive TV.

Esta que é já a 14.ª edição do concurso culminará com um grandioso espectáculo no dia 25 de Abril, no Centro de Convenções Pearson, em Brampton, altura em que os 10 finalistas irão dar o seu melhor perante o júri e o público responsável por escolher os vencedores das duas categorias.

Estes terão como prémio principal a composição e gravação dos seus próprios álbuns, assim como tele-discos, mas todos os finalistas vão ter também a oportunidade de gravar um tema cada um, que será editado numa colectânea que representa esta edição do concurso.

O álbum vai estar à venda na noite da gala e os lucros revertem a favor da campanha "ForEva Strong".


Voltar a Sol Português