1ª PÁGINA


Faleceu Manuel Barreto

Ex-combatente e empresário luso-canadiano perdeu a luta
contra o cancro que o vitimou em poucos meses

Por Luís Aparício

Sol Português

A família e amigos despediram-se quinta-feira (14) de Manuel Serra Barreto, membro da organização Veteranos de Guerra Portugueses do Ontário, que perdeu a luta contra um cancro agressivo que lhe havia sido diagnosticado em Janeiro.

A missa fúnebre em memória de Manuel Barreto, de 80 anos, que faleceu no passado domingo (10) em casa, tendo a seu lado os dois filhos, Carla e Michael, foi celebrada na Igreja St. Charles Borromeo e o enterro decorreu de seguida no cemitério Prospect.

"Agora voltam a estar juntos", disse a filha, Carla, em declarações ao jornal Sol Português, por telefone, numa referência à mãe, Elisa, que foi "o amor da vida dele" e que faleceu há 20 anos.

Carla Barreto recorda que o pai era conhecido pelo seu raciocínio rápido e perspicácia, bondade, generosidade, e era a definição de um "verdadeiro cavalheiro", além de "muito respeitado" e alguém "que fez muito bem à comunidade".

Para Manuel Alexandre, um dos elementos da direcção da Liga dos Combatentes - Núcleo do Ontário, Manuel Barreto era uma pessoa humilde e talentosa que "dedicou muito tempo à comunidade" e se interessava pela comunidade "e pelos ex-combatentes e respectivas famílias".

"Para nós, foi uma perda muito grande", lamentou.

Também o director Fernando Martins admitiu ter sido apanhado um pouco de surpresa pela morte de Manuel Barreto, "um dos grandes impulsionadores da associação, uma pessoa que gostava de ajudar a comunidade portuguesa e um patriota que tinha brio da nação que serviu".

Uma vida no Canadá

Manuel Barreto nasceu a 10 de Junho de 1941, em Padrão (Lousã), Portugal, sendo o terceiro de cinco filhos de Matilde e Aníbal Barreto.

Depois de um encantado namoro com o amor da sua vida, Elisa, natural de Pegos (Lousã), casaram-se em Luanda, Angola, em 1968 onde,dois anos depois, nasceu a filha, Carla.

Obrigado a deixar Angola após 12 anos, devido à guerra civil que deflagrou em 1975, Manuel Barreto e a família, acompanhados da mãe e do sogro, partiram para Portugal e, logo depois, para o Canadá, em 1976, e onde dois anos depois lhe nasceu o segundo filho, Michael.

Mais dois anos volvidos, em 1980 dá início à Europa Heating & Air Ltd., uma bem-sucedida empresa de equipamentos de aquecimento e ar condicionado que montou em Toronto.

Além da faceta empresarial, Manuel Barreto nunca abdicou do seu envolvimento no movimento associativo português, participando em vários eventos e vindo a integrar a "Ontario Association of Portuguese Veterans", em Toronto – reconhecida em 2008 como Delegação da Liga dos Combatentes (Núcleo do Ontário) – na qual desempenhou o cargo de tesoureiro durante muitos anos.

Foi, como ressalvam os que o conheciam, alguém que ajudou muitos ex-combatentes que precisavam de ajuda, demonstrando ao mesmo tempo grande hospitalidade ao manter a sua casa sempre aberta.

A acrescentar à paixão pela família e o gosto de viajar, especialmente para a sua amada Lousã, em Portugal, tinha também um fraquinho por carros antigos, bons vinhos e café expresso.

No último adeus ao homem e ex-combatente expresso no serviço fúnebre, ficou a mensagem de que Manuel Barreto "permanecerá no coração dos seus filhos, netos, parentes e amigos".

Fotos enviadas por Carla Barreto


Voltar a Sol Português