1ª PÁGINA


Ontário levanta restrições de lotação em concertos, espectáculos desportivos e cinemas

O governo do Ontário levantou no último fim-de-semana as restrições de lotação em alguns grandes espaços, incluindo os que são usados para a apresentação de concertos, jogos desportivos e exibição de filmes.

A decisão foi comunicada à imprensa na sexta-feira (8) ficando as restrições de lotação suspensas desde a meia-noite de sábado (9).

Podem voltar à capacidade máxima os seguintes recintos:

– Salas de concertos, teatros e cinemas

– Áreas de espectadores em instalações desportivas e de recreação (não inclui ginásios e academias para treino pessoal)

– Recintos para reuniões e eventos (sujeitos no entanto a limitações por forma a respeitar as regras de distanciamento físico)

– Pistas de corridas de cavalos, de automóveis e locais semelhantes; e

– Estúdios para gravação de filmes e produções televisivas com público.

O comprovativo de vacinação será exigido em todos os espaços onde é permitida a lotação máxima, permanecendo entretanto em vigor outras medidas de saúde pública, como a exigência do uso de máscara e de distanciamento, adoptadas para controlar a pandemia de Covid-19.

Segundo o governo, a decisão de levantar as restrições de lotação nestes locais foi tomada por serem espaços onde "o número de surtos ocorridos é limitado".

Em todos os outros espaços mantêm-se em vigor as restrições de lotação, incluindo nos restaurantes.

Segundo o governo, "vai continuar a ser exigido o comprovativo de vacinação em ambientes exteriores, onde a capacidade máxima normal é superior a 20.000 pessoas, para os ajudar a manter seguros para os clientes".

Até aqui, os espaços cobertos, como os salões de banquetes, cinemas, instalações desportivas e estúdios para a produções de filmes com público estavam limitados a 50 por cento da sua capacidade ou um máximo de 10.000 pessoas.

Para os locais ao ar livre onde os clientes permaneciam de pé, os limites de capacidade eram de 75 por cento ou 15.000 pessoas, aumentando para um máximo de 30.000 no caso de eventos ao ar livre com lugares sentados.

O governo anunciou também que desde o dia 13 de Outubro passou a ser necessário apresentar comprovativo de vacinação ou isenção médica para assistir a casamentos ou serviços fúnebres, deixando de ser aceite como alternativa um teste de despistagem de Covid-19 com resultado negativo.


Voltar a Sol Português