1ª PÁGINA


Em Scarborough:

Paróquia de Nossa Senhora do Rosário celebrou Carnaval Terceirense

Por Noémia Gomes
Sol Português

O designado Carnaval terceirense é uma das mais ricas manifestações de cultura popular da ilha Terceira e dos Açores, com as suas características danças e bailinhos de entrudo a serem exibidas nos teatros, terreiros e centros comunitários durante os quatro dias que precedem a quarta-feira de cinzas.

Também em Toronto e arredores estas danças carnavalescas ganharam popularidade e este ano um total de 11 peças, criadas e encenadas por grupos locais, foram exibidas em clubes e associações, assim como nos salões de algumas igrejas.

Assim se pretendeu no passado sábado (10) para a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, em Scarborough, onde as danças foram convidadas pela respectiva Irmandade do Divino Espírito Santo, mas devido ao mau tempo que se fez sentir nessa noite e às más condições das estradas, apenas um grupo ousou dirigir-se até lá.

Carlos Carvalho, que desempenhou o cargo de mestre-de-cerimónias, começou por chamar os mordomos João e Lorena Martins que conjuntamente agradeceram a presença do público e de amigos, bem como à comissão, às cozinheiras e ao chefe da sala, Octávio Empena, ressalvando ainda a presença da comunicação social e do padre Willyans Prado Raposo.

No decorrer deste convívio de Carnaval, várias iguarias da gastronomia terceirense satisfizeram o gosto de quem quis jantar ou saborear os doces típicos da época e houve até oportunidade para um pezinho de dança, com música do DJ All Stars, enquanto se esperava pelos grupos convidados.

Entretanto, eis que chegava a primeira dança vinda de Toronto, um grupo denominado "Amigos da Casa"e composto por 18 elementos que se apresentou com o enredo "As desgraças do Santo".

Liderada pela jovem mestra Daniela Santos, escrita por Mark Fernandes e com música a cargo de Rúben Martins e Rúben Silva, o tema foi divertido e contava a história de umas beatas e um sacristão que tentavam limpar e vestir a imagem de Santo António em preparação para a procissão da freguesia.

As coisas, porém, não correm bem e o Santo, ao ser transportado do altar para o andor, acaba por cair no chão, ficando assim a procissão adiada para o ano seguinte.

Apesar de estarem mais danças agendadas para se deslocarem a Scarborough, o mau tempo levaria a que a ida à igreja de Nossa Senhora do Rosário fosse cancelada.

Ainda assim, isso não impediu que a festa continuasse e o resto do serão seguiria animado pelo músico e cantor Allan Castro.

O artista brasileiro, radicado em Toronto, fez-se acompanhar pelos seus músicos – Alex Silva (teclados) e Carlos César (bateria) – e juntos aqueceram a noite com a sua música estilo "Country" e o ritmo quente do carnaval brasileiro.

Segundo a organização, a próxima festa agendada para o salão da igreja de Nossa Senhora do Rosário consistirá de uma grande Noite de Fados, que terá lugar no dia 24 deste mês e na qual participarão fadistas vindos da ilha Terceira.


Voltar a Sol Português