1ª PÁGINA


Homenagem a Camões junto ao busto do poeta

Por João Vicente
Sol Português

A carregada agenda da Aliança dos Clubes e Associações Portuguesas do Ontário (ACAPO) para dia 8 de Junho, no âmbito das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, culminou com a homenagem a Luís Vaz de Camões junto ao busto do poeta, na esquina das ruas Crawford e College, onde se situa o antigo edifício do First Portuguese Canadian Cultural Centre.

O dia já ia longo e praticamente todos – senão mesmo todos – os presentes mostravam sinais de cansaço, incluindo o próprio presidente da ACAPO que a certa altura chegou a pausar alguns segundos durante o seu discurso, pelo que a cerimónia foi talvez um nadinha mais curta, mas sem comprometer a sua dignidade.

Após salientar as novas adições a esta esquina – denominada Parque dos Pioneiros Portugueses e onde se encontram o Passeio da Fama Luso-Canadiano, o mural gigante dedicado à lusitanidade e a ruela à qual foi colocado o nome da primeira professora de português do "First", Branca Gomes – José Eustáquio aproveitou para recordar um pouco sobre a altura em que se começou a celebrar este evento em homenagem a Camões.

Na altura o First, que foi o primeiro clube português de Toronto, estava ainda localizado no 722 da rua College, e a ACAPO também, revelando num momento de candura que ao longo dos anos este é o evento que o deixa mais nervoso.

"Talvez porque ele era um poeta e o meu português é horrível, portanto não pode estar muito contente a escutar-me", gracejou José Eustáquio, passando a explicar que sempre tentaram convidar outras pessoas e aproveitar esta ocasião para palestras, apresentação de livros e outras iniciativas culturais.

O dirigente da ACAPO reconheceu ainda os elementos que representaram alguns dos grupos folclóricos membros da organização nesta cerimónia, nomeadamente os ranchos da Madeira, do Transmontano, da Associação Cultural do Minho e da Nazaré.

Ao fundo, e enquanto decorria a cerimónia, o artista John Kuna continuava a trabalhar no gigantesco mural que, a pouco e pouco, cobre a parede do 722 College com temática alusiva aos Descobrimentos, à emigração e ao ensino do português no Canadá.

Aproveitando a presença de Rosa de Sousa, em representação da Casa do Alentejo e à qual agradeceu, José Eustáquio destacou serem todos "uma família" indicando que "nós somos poucos, mas somos fanáticos – temos de ser mesmo fanáticos para dar continuação a isto; não somos pessoas normais".

O jovem trompetista Leandro Silva, da Banda do Sagrado Coração de Jesus da paróquia de Santa Helena, tocou os hinos do Canadá e de Portugal, após o que José Eustáquio convidou a professora Celina de Melo, cujo nome passou recentemente a constar do Passeio da Fama, e o primeiro presidente da Aliança, Jorge Ribeiro, a colocarem uma coroa de flores junto ao busto de Camões, com a ajuda de duas crianças dos ranchos.

Pouco depois, já terminada a cerimónia, alguns dos participantes e espectadores ainda posaram para fotos junto ao busto do poeta, antes de dispersarem no final de um longo dia de actividades.


Voltar a Sol Português