1ª PÁGINA


"Sticking Together": Uma causa que nos une

Noite de gala juntou mais de um milhar de mulheres em convívio feminino na luta contra o cancro da mama

Por Natividade Ledo e Carlos Ledo
Sol Português

"Sticking Together", uma noite de festa inspirada nas tradições açorianas do Dia das Amigas e na luta contra o cancro da mama, levou no passado sábado (10) mais de um milhar de mulheres ao salão da LIUNA Local 183 para um convívio feminino.

Com organização conjunta de Linda Correia e da Casa dos Poveiros de Toronto, este foi o nono ano consecutivo desta realização e tal foi a afluência que a lotação esgotou por completo e nem mais espaço havia para receber quem se encontrava em lista de espera e que gostaria de ter podido juntar-se à enorme multidão de mulheres, de idades variadas – incluindo muitas jovens – que deram as mãos por esta causa.

De início bem mais modesto, na sede dos Poveiros, o convite para usar o salão da Local 183 nos últimos quatro anos permitiu ampliar o evento por forma a atingir um nível que está agora mais perto do seu potencial.

Daí que quando as portas abriram, pelas 18h00, para receber aquela multidão de senhoras e jovens, foram cerca de 1100 as que se constatou ali terem-se deslocado, incluindo muitas sobreviventes da doença e outras que ainda a sofrem mas têm esperança numa cura.

O dinheiro angariado no âmbito deste encontro destina-se à Canadian Breast Cancer Foundation, para ajudar a encontrar uma cura ou tratamentos que prolonguem a longevidade e a qualidade de vida de quem se vê diagnosticada com cancro da mama.

A impulsionadora deste evento começou por dar as boas-vindas a todas as mulheres ali presentes, prometendo-lhes uma noite de convívio agradável e bem animada, a começar pelo jantar preparado e servido pela empresa luso-canadiana Europa Catering.

No decorrer da noite foram apresentados agradecimentos aos patrocinadores, aos quais foram entregues placas de reconhecimento, assim como à voluntária que mais mesas vendeu para este encontro, Maria Dias, que conseguiu encher 39 mesas.

Uma das oradoras convidadas a pronunciar-se nessa noite foi Ana Pereira que, como sobrevivente ao cancro, ofereceu palavras de encorajamento a quem sofre da doença, lembrando que "nada é impossível quando se vive o dia-a-dia com vontade, com fé e esperança de encontrar a cura".

Ressalvando a importância de uma atitude positiva e esperançosa, fez questão de deixar um abraço de amizade às pessoas que estão a sofrer e destacar o quanto a fé pode ter um papel importante na recuperação.

Presentes neste encontro estiveram também várias entidades oficiais do governo, designadamente a deputada Julie Dzerowicz e, em representação da vereadora e vice-presidente da Câmara Municipal de Toronto, Ana Bailão, a sua assistente, Marlene Araújo; assim como representantes da Canadian Cancer Society, nomeadamente Kelly Ziger e Jillian Sheffield.

Luís Ferraz e a esposa Ilda, que no ano passado se encarregaram de angariar fundos para ajudar aos tratamentos da pequena Maria Moniz através da venda de chocolates, contribuindo com 5100 dólares para esse fim, entregaram nessa noite 5075 dólares à organização, provenientes da venda deste ano.

Fazendo jus às festas alegres e divertidas que caracterizam os encontros de Amigas, o serão foi animado por um grupo de artistas locais que incluiu Tony Câmara e os Sonhos, bem como os cantores Allan Castro e Nelz, num grande espectáculo com som e luzes a cargo da 5 Star Production, de Steve Ferreira.


Voltar a Sol Português