1ª PÁGINA


Pelo quinto ano consecutivo:

John Tory organiza sessão de patinagem como recepção de Ano Novo

Por Jonathan Costa
Sol Português

Perto de duas centenas de pessoas comparecerem no domingo (13) na praça Mel Lastman, em North York, para a recepção de Ano Novo do presidente da Câmara de Toronto, um encontro que John Tory decidiu há cinco anos passaria a realizar-se ao ar livre, em torno de uma pista de patinagem no gelo.

Tradicionalmente realizadas nas sedes dos governos municipais, estas "levées", ou recepções de Ano Novo, constituem uma oportunidade para o público poder contactar pessoalmente com os que os governam.

Aquando da sua eleição em 2014, John Tory fez questão de a realizar em torno de uma das maiores tradições canadianas, proporcionando assim um momento saudável de actividade física e confraternização com amigos e família que desde então se tornou numa espécie de tradição de Inverno.

Pais e filhos, miúdos e graúdos, todos tiveram a oportunidade de apertar os cordões dos patins – com arrendamento gratuito para os que não tinham equipamento próprio – e demonstrar a sua agilidade e equilíbrio no gelo, apesar das temperaturas baixas e de um vento forte que soprava incessantemente e dificultava a missão de quem dava o seu melhor para se manter equilibrado sobre as finas lâminas de metal.

A actividade física era essencial para combater o frio, mas houve também café e chocolate quente gratuito durante toda a tarde.

John Tory fez-se acompanhar pelos vereadores James Pasternak e John Filion no momento em que dirigia algumas palavras ao público, em agradecimento pela comparência.

"Tenho um carinho especial por este evento, por ver todas estas caras sorridentes e estas lindas famílias reunidas", declarou o edil que considerou "bonito ver esta união e confraternização entre todos", um contraste nítido com a divisão que afecta "os debates da Câmara municipal e no Parlamento".

"Precisamos é de tardes como esta para partilharmos este carinho uns pelos outros", afirmou.

Posteriormente e em declarações ao jornal Sol Português, John Tory referiu ter optado por este género de encontro como forma de afirmar "uma tradição canadiana, um símbolo da nossa cultura e uma excelente forma de passarmos tempo em família e celebrarmos o novo ano", declarando-se "orgulhoso de ver cada vez mais crianças e famílias a cada ano que passa".

O edil revelou também a razão porque este ano não pôde calçar os patins: "ainda estou a recuperar de uma lesão no tendão de Aquiles, que sofri há uns meses atrás, mas todos sabem que patino com eles em espírito e, se for preciso, tenho aqui o meu colega James Pasternak (vereador do distrito 10), que irá fazer umas belas piruetas e mariposas", brincou John Tory, arrancando gargalhadas de todos à sua volta.

Para muitos, crianças e adultos, esta foi uma oportunidade para aprenderem a dar os seus primeiros passos no gelo, agarrando-se com convicção a familiares e amigos que lhes ensinavam a técnica e postura necessárias para conseguirem o desejado equilíbrio, entre os inevitáveis trambolhões mas sempre num espírito de boa disposição, acompanhados por imensas gargalhadas e fotografias.

Entre os patinadores destacava-se Varan Masounia, uma jovem de 16 anos que arrancou vários aplausos do público, fascinado com as suas piruetas, rodopios e saltos que demonstravam elevada qualidade técnica.

"Já participei em várias competições nacionais e internacionais", confessou a jovem à nossa reportagem, adiantando que começou "com apenas seis anos de idade" e que a patinagem é "uma paixão".

Com respeito a esta iniciativa, considerou-a "excelente", pois "promove uma tarde bem passada, em família e de uma maneira saudável, com exercício físico", referiu.

James Pasternak, que acedia aos numerosos pedidos de fotografias e que demonstrou ser também um excelente patinador, aludiu à importância de eventos deste género para um maior convívio e união entre a comunidade local.

"Fico feliz de ver aqui tantas famílias e tantas crianças, que deixaram as suas consolas e televisões esta tarde para se divertirem com os pais, com os familiares e com os amigos", afirmou o vereador, acrescentado serem necessárias "mais tardes como esta; esta confraternização e esta união" que "faz parte da identidade da nossa cidade e da nossa comunidade torontina".

Já John Filion decidiu não pisar o gelo este ano, passando a tarde com a sua equipa que trabalhava arduamente na confecção da tradicional guloseima de Inverno canadiana: maple taffy, que deliciou crianças e adultos de todas as idades.

Trata-se de um doce que é composto por uma espessa camada de xarope de ácer e açúcar que, após aquecida durante vários minutos, é derramada sobre a neve ou gelo, formando uma espécie de gelado doce natural.

Em declarações à nossa reportagem o vereador deixou um convite a toda a comunidade: "Sem a patinagem no gelo não teríamos este local, muito menos este rinque de patinagem que é uma relíquia da nossa cidade. Muitas pessoas não o conhecem, infelizmente, talvez por estar algo escondido entre todos estes edifícios à nossa volta. Deixo o convite a todos para virem conhecer este lugar formidável, tragam toda a vossa família, não se vão arrepender", concluiu.

O evento, que foi dado por concluído cerca das 16h00, foi também uma boa oportunidade para John Tory abordar as novas medidas para combater o estacionamento ilegal de veículos, que entravam em vigor no dia seguinte (14).

Como salientou, trata-se de "um problema que irá exigir a atenção especial da polícia durante os próximos tempos", uma vez que "temos demasiados veículos estacionados ilegalmente que só contribuem para congestionar o trânsito".

A solução, opinou, é "punir estes actos com multas ou o reboque da viatura, para que todos possamos viajar em segurança e conforto", adiantando que "é o nosso desejo para todos os nossos cidadãos e iremos trabalhar arduamente em conjunto para atingirmos esse objectivo", afirmou.


Voltar a Sol Português