1ª PÁGINA


Dois filmes e uma co-produção portuguesa competem no Festival Internacional de Cinema de Toronto

As curtas-metragens portuguesas "O homem do lixo" e "Ice merchants", e a co-produção portuguesa "L'ombre des papillons" integram a selecção oficial do 47.º Festival Internacional de Cinema de Toronto, que decorre em Setembro no Canadá.

A organização do TIFF (sigla em inglês) anunciou quarta-feira (17) a lista de 39 curtas-metragens, de 18 países, seleccionadas para o festival, da qual constam "O homem do lixo", de Laura Gonçalves, "Ice merchants", de João Gonzalez, e "L'ombre des papillons", da realizadora marroquina Sofia El Khyari, co-produzido por França, Qatar, Marrocos e Portugal, pela Cola Animation.

"O homem do lixo" é o mais recente filme escrito e realizado em nome próprio por Laura Gonçalves, depois de em 2017 ter co-assinado a curta metragem "Água mole", com Alexandra Ramires.

Trata-se duma obra sobre recordações e memórias, a partir da história de vida "do tio Botão", que trabalhou emigrado em França como homem do lixo, lê-se na sinopse.

Este ano, "O homem do lixo", produzido pela BAP – Animation Studios, ganhou o Prémio Melhor Curta-metragem Portuguesa no Monstra-Festival de Animação de Lisboa, e conquistou o Grande Prémio do júri profissional e o Prémio do Público do festival Animafest Zagreb, na Croácia.

"Ice Merchants", de João Gonzalez, relata a historia de um pai e um filho que produzem gelo na casa inóspita onde vivem e de onde saltam todos os dias de pára-quedas para o vender na aldeia, no sopé da montanha.

O filme, do qual João Gonzalez assina igualmente o argumento e a banda sonora, venceu este mês o prémio de melhor curta-metragem de animação na competição do Festival Internacional de Cinema de Melbourne, na Austrália.

A curta-metragem, produzida pela Cola Animation com parcerias em França e no Reino Unido, já tinha sido distinguida na Semana da Crítica do Festival de Cannes, em França, no festival de Guadalajara, no México, no Motovun Festival, na Croácia, e no festival Curtas de Vila do Conde.

Nascido no Porto, em 1996, João Gonzalez é realizador, animador, ilustrador e músico, com formação clássica em piano. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e estudou no Royal College of Art, em Londres, depois de terminados os estudos na Escola Superior de Media Artes e Design.

"L'ombre des papillons", de Sofia El Khyari, segundo a sinopse do filme, conta a história de uma mulher que, "numa floresta misteriosa é lentamente atraída para um devaneio nostálgico enquanto observa borboletas".

O filme foi apresentado este mês no Festival de Cinema de Locarno, na Suíça.

O 47.º Festival Internacional de Cinema de Toronto decorre entre 8 e 18 de Setembro.

Anteriormente já tinha sido anunciado que o filme português "Fogo-Fátuo", de João Pedro Rodrigues, a co-produção luso-brasileira "Mato seco em chamas", de Joana Pimenta e Adirley Queirós, e "Pacifiction", do espanhol Albert Serra, com co-produção portuguesa pela Rosa Filmes, iriam integrar a programação deste ano.

A programação integra também filmes como "Saint Omer", de Alice Diop, "No Bears", de Jafar Panahi, "The Lost Kingdom", de Stephen Frears, "Empire of Light", de Sam Mendes, "The Fabelmans", de Steven Spielberg, "My Policeman", de Michael Grandage, e "The Whale", de Darren Aronofsky.

O 47.º TIFF inicia-se a 8 de setembro com "The Swimmers", um drama de Sally El Hosaini inspirado na história de duas irmãs sírias, desde que fugiram da guerra até à sua participação nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.


Voltar a Sol Português