COMUNIDADES EM FOCO


Canadiano lança campanha para ajudar septuagenária portuguesa

Por Sérgio Mourato
Agência Lusa

Um cidadão canadiano já angariou mais de 25 mil dólares (16 mil euros) para ajudar uma portuguesa septuagenária que trabalha há cerca de cinco décadas num restaurante de uma cadeia de comida rápida.

Emília, o único nome da mulher facultado à Lusa, por questões de privacidade, chegou ao Canadá na década de 1970, quando tinha apenas 20 anos, e cinco anos mais tarde começou a trabalhar para a famosa cadeia de `fast food' KFC (Kentucky Fried Chicken), continuando 70 anos depois, ainda a fazê-lo, apesar da pandemia de Covid-19.

Um dos clientes habituais, Jason Schweitzer, de 39 anos, decidiu criar através do portal `gofundme', sob a designação de "Emilia has served the community since 1975" (Emília serviu a comunidade desde 1975), uma campanha de angariação de fundos para a septuagenária.

"Uma das últimas vezes que lá fui, um dos clientes não foi muito simpático e vi a forma delicada como ela lidou com toda a situação. Com toda a sua simpatia, dedicação e pelos anos que conseguiu manter o trabalho, merecia ser reconhecida e, nessa noite, decidi criar a campanha", disse.

Jason Schweitzer recordou na sua juventude caminhar para o KFC na companhia da sua mãe, na altura localizado no este de Toronto, na área da Riverdale, na intersecção da Broadview com a Gerrard.

O objectivo inicial era atingir os dois mil dólares (1.300 euros), mas a resposta da comunidade foi inspiradora e decidiu "continuar com a campanha durante mais uma semana".

O dinheiro angariado, que continua a aumentar quase a cada hora, vai reverter para as despesas diárias da septuagenária, como a renda mensal, os transportes públicos, e até o acesso a cuidados de saúde.

Actualmente Emília continua a trabalhar cinco dias por semana no restaurante, agora numa localização diferente, próximo da intersecção da Pape com a Sammon Avenue, junto à estação de metro.

O canadiano justificou ainda que a sua ligação com a Europa e mais precisamente com Portugal começou há cerca de 10 anos, fazendo parte de uma comunidade de músicos e atletas, mostrando-se orgulhoso pelo privilégio de visitar "países bonitos com pessoas corajosas, orgulhosas e cidadãos de excelência".

"Portugal é um lugar lindíssimo, tem excelentes praticantes de desporto. Sou canadiano com muito orgulho e também estou feliz por Portugal também ter hóquei no gelo, modalidade com muita tradição na América do Norte", concluiu.


Voltar a Comunidade em Foco


Voltar a Sol Português