PORTUGAL EM FOCO


Programa "Porto de Tradição" quer apoiar 19 lojas históricas com 400 mil euros

A Câmara do Porto quer apoiar, com cerca de 400 mil euros, 19 estabelecimentos comerciais no âmbito do programa "Porto de Tradição" que distingue estruturas de interesse histórico, cultural e social na cidade, foi quarta-feira (17) divulgado.

Na proposta a que a Lusa teve acesso, e que vai ser discutida na reunião do executivo de segunda-feira, a maioria independente liderada por Rui Moreira propõe que seja aprovada a atribuição do Fundo Municipal de Apoio aos estabelecimentos e entidades reconhecidos ao abrigo "Porto de Tradição, cuja renovação do programa foi aprovada em Julho de 2020 atendendo ao facto de estar cabimentado um valor de 525 mil euros".

De acordo com o documento assinado pelo vereador do Vereador do Pelouro da Economia, Turismo e Comércio e do Pelouro da Gestão de Fundos Comunitários, Ricardo Valente, entre 29 de Julho e 30 Setembro, período em que estiveram abertas as candidaturas ao programa, foram recepcionados 21 pedidos, 19 estabelecimentos comerciais e duas entidades, tendo sido reconhecidas 19 lojas históricas que o Fundo pretende apoiar com cerca de 400 mil euros.

Entre os estabelecimentos apoiados, encontram-se lojas como "A Favorita do Bolhão", a Casa Neves, ou o Restaurante "o Escondidinho", sendo que o valor atribuído a cada um dos 19 estabelecimentos contemplados não excede os 25 mil euros.

Desde a criação do Porto de Tradição, em 2016, a autarquia já reconheceu 91 estabelecimentos comerciais, incluindo quatro entidades (Teatro Sá da Bandeira, Orfeão do Porto, UNICEPE - Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto e Liga Portuguesa de Profilaxia Social).

O programa reconhece os estabelecimentos de comércio tradicional local e as entidades de interesse histórico, cultural ou social local, como marcas identitárias da cidade que se "pretende preservar e cuidar de acordo com a traça original".


Voltar a Portugal em Foco


Voltar a Sol Português