1ª PÁGINA


Jantar convívio assinala regresso das actividades na Casa das Beiras de Toronto

Por Luís Aparício

Sol Português

Passado um ano e meio em que esteve praticamente inactiva devido à pandemia da Covid-19, a Casa das Beiras de Toronto (CBT( dá agora sinais de querer retomar as suas actividades regulares e no passado sábado (14) o clube promoveu um jantar e convívio ao ar livre.

Com lugares limitados e obrigatoriedade de reserva – por forma a garantir o cumprimento das regras de distanciamento estipuladas para esta que é actualmente a terceira fase do plano de reabertura da economia estipulado pelo governo do Ontário – foi, apesar de tudo, um evento bem conseguido e que segundo Bernardino Nascimento, que preside à colectividade, teve a adesão de 80 pessoas – número dentro do limite imposto pelas autoridades.

Segundo o presidente da Direcção, os corpos directivos pretendem agora reunir-se para fazer um balanço da situação e aferir a possibilidade de abrirem a casa mais uma ou duas vezes, ainda durante este Verão, no recinto ao ar livre.

Quando chegar a época de Outono-Inverno, e mediante o cenário de restrições então impostas pela Covid-19, poderão ou não realizar alguns eventos no salão principal. Todavia, o responsável pelo CBT acrescenta que a Direcção também se vai concentrar em renovar o espaço que irá servir de nova sede do clube beirão.

De recordar que, e tal como Sol Português noticiou na ocasião, a CBT decidiu, em Assembleia-Geral de Agosto de 2020, aceitar a proposta de compra do actual edifício sede – sito ao número 34 da Caledonia Road.

No entanto, a colectividade tem ainda até Junho de 2022 para poder ali continuar a realizar eventos, antes de se mudar para um novo local.

Nessa altura, diz-nos Bernardino Nascimento, a Direcção conta estar mais próxima de proceder à abertura da nova sede e começar a preparar "à nossa maneira" a Semana Cultural Beirã de 2022 (a última decorreu em 2019).

Kátia Caramujo, vice-presidente da Direcção, admite que houve algum receio inicial em agendar a iniciativa do último sábado, mas mostrou-se satisfeita pela resposta positiva do público, no que entende ser um arranque promissor para mais algumas realizações ao ar livre.

Relativamente à mudança de instalações, a jovem dirigente acredita que poderá traduzir-se numa nova dinâmica para a CBT e faz votos de que "com uma sede nova, possamos conseguir juntar os directores que, por uma razão ou outra, se afastaram" da colectividade, enfatizou.

Quem também passou pelo local foi a deputada Julie Dzerowicz, que representa o distrito de Davenport, onde a sede se enquadra, e que confessou, entre risos, que queria provar o bacalhau (à Lagareiro), mas também rever velhos amigos, pois já tinha saudades da comunidade.

No entanto, a visita teve também uma componente de pré-campanha eleitoral uma vez que está agora confirmado que os canadianos terão de ir às urnas, depois do Primeiro-ministro Justin Trudeau ter convocado eleições federais para o mês que vem.

O chefe do governo chegou a Rideau Hall, residência oficial da governadora-geral do Canadá, na manhã de domingo (15) para visitar a representante da rainha, Mary Simon, dando início a uma campanha de 36 dias que culminará com eleições a 20 de Setembro.

Justin Trudeau está a optar por uma das campanhas eleitorais mais curtas, decorridos menos de dois anos desde que os Liberais ficaram reduzidos a um governo de minoria.

No momento da dissolução do Parlamento, os Liberais tinham 155 assentos parlamentares, os Conservadores 119, o Bloco Quebecois 32, o NDP 24 e os Verdes dois, além de haver também quatro assentos que pertencem a deputados independentes e um que está actualmente vago.


Voltar a Sol Português