1ª PÁGINA


Doug Ford anunciou inquérito independente às finanças do Ontário

O Primeiro-ministro do Ontário, Doug Ford, anunciou na terça-feira (17) que o ex-líder do governo Liberal da Colúmbia Britânica, Gordon Campbell, vai liderar a comissão de inquérito independente que irá analisar as finanças do Ontário no período compreendido entre os anos de 2003 e 2018 – isto é, os últimos 15 anos de governo Liberal na província.

Durante uma conferência de imprensa, Ford acusou o anterior governo Liberal de ter "cozinhado" os dados financeiros e divulgado défices falsos, e disse que a Comissão Independente de Inquérito Financeiro irá ajudar o governo Conservador a corrigir o caminho fiscal de forma rápida.

"Eu quero que as pessoas tenham uma ideia completa, honesta e rigorosa sobre as finanças do Ontário, porque elas merecem saber para onde foi o dinheiro delas, de que forma foi desbaratado e como vamos corrigir todos esses erros", disse Ford.

Com o anúncio desta comissão, o novo primeiro-ministro do Ontário cumpre uma promessa que tinha repetido ao longo da recente campanha eleitoral.

A Auditora-geral do Ontário, Bonnie Lysyk, já tinha sugerido, num relatório tornado público antes das eleições de 7 de Junho, que os 6,7 mil milhões de dólares de défice projectados pelos Liberais para 2018-2019 seriam, de facto, 11,7 mil milhões de dólares, e que os projectados 6,5 mil milhões de dólares para 2020-2021 seriam, na realidade, 12,5 mil milhões de dólares.

"Estamos fartos de sermos enganados. Fartos de pagar mais e receber menos. Fartos dos truques contabilísticos na sombra, porque nos últimos 15 anos as contas eram cozinhadas e os números dos défices eram falsos", afirmou Doug Ford.

O ministro das Finanças, Vic Fedeli, informou que esta comissão independente irá receber um milhão de dólares pelo seu trabalho.


Voltar a Sol Português