1ª PÁGINA


Torneio de golfe LIUNA Local 183:

Competição angaria 600.000 dólares para organizações de caridade

Por João Vicente
Sol Português

Cerca de 1200 adeptos do golfe convergiram esta terça-feira (19) em oito campos na Área da Grande Toronto para participarem na 19.ª edição do torneio anual de golfe da filial Local 183 da LIUNA, uma competição organizada em torno do espírito de generosidade para com múltiplas organizações e causas beneficentes.

Distribuídos pelos diferentes campos – uma necessidade absoluta, dado o elevado número de inscritos – os participantes começaram as suas partidas logo pela manhã juntando sindicalistas, empresários, funcionários de diferentes departamentos governamentais e até representantes de algumas das organizações que beneficiam desta iniciativa.

Mais tarde viriam a reunir-se na sede da Local 183 para um jantar convívio, no decorrer do qual seriam entregues troféus ao vencedores e reveladas as receitas provenientes da iniciativa, e que este ano se cifraram na ordem dos 600.000 dólares.

Em breves discursos, o administrador da "183", Jack Oliveira, agradeceu aos sócios da sindical e aos parceiros desta iniciativa, enquanto o vice-presidente da LIUNA para as zonas central e oriental do Canadá, Joseph Mancinelli, elogiou a dimensão deste evento, destacando o seu alcance e a importância para as organizações de caridades visadas.

Convidada a discursar foi Sidney Weaver, uma jovem de 18 anos que deu voz a uma dessas organizações, a Easter Seals, que presta apoio a crianças e jovens com limitações motoras.

"Eu sou apenas uma das milhares de crianças da `Easter Seals' que como eu existem nesta província", afirmou a jovem publicamente, explicando mais tarde ao jornal Sol Português que sofre de paralisia cerebral e que é graças a esta organização e aos donativos que provém deste género de eventos que desde há seis anos tem tido a oportunidade de participar num campo de férias, tal como outras crianças.

Lembrando que "as crianças com deficiências não são diferentes das outras" e que os fundos angariados ali, naquele dia, "realmente fazem muita diferença na vida dessas crianças, chegando mesmo a transformar as suas vidas", a jovem adiantou que, entre outras ajudas, tem beneficiado de equipamento que a auxilia com a mobilidade e, mais recentemente, de uma ajuda que permitiu à família comprar um veículo adaptado à sua cadeira de rodas.

Entretanto, o convívio prosseguiu com o mestre-de-cerimónias e secretário da "183", Marcello Di Giovanni, a chamar ao palco o pastor Bill Sundberg para dar graças pela refeição prestes a ser servida, dando-se então início ao jantar.

Questionado sobre o evento deste ano, Joseph Mancinelli diria à nossa reportagem que esteve "maravilhoso, como de costume", mas "ultrapassa sempre as minhas expectativas", algo que atribui inequivocamente ao "excelente trabalho desenvolvido pela Local 183" e aos "muitos e bons patrocinadores" que atraem.

Desde que foi eleito para o cargo, em 2014, que o vereador luso-canadiano Martin Medeiros, da Câmara Municipal de Brampton, tem vindo a participar nesta iniciativa.

Fá-lo, como nos diria, não só pelo desportivismo e pelo convívio, já que ali encontra muitos amigos e empresários portugueses, mas também para apoiar o carácter social deste sindicato.

É uma forma de "fazer uma contribuição e apoiar as organizações que necessitam", o que considera importante pois demonstra os valores deste sindicato e do seu dirigente, Jack Oliveira.

Por seu turno, o administrador da "183" confessou-nos sentir-se muito contente por o evento mais uma vez ter sido um sucesso, o que atribui "à colaboração das muitas partes" que, colectivamente, "permitem que isso aconteça".

Como referiu, o torneio voltou a crescer, a pedido dos parceiros e empresários que dele querem participar, e é possível que continue a expandir-se, embora por enquanto a capacidade do salão Gerry Gallagher seja o factor que limita o seu crescimento.

De qualquer forma, esta "pequena" iniciativa tem um impacto significativo e "ao fim do dia aqui estamos, com 600 mil dólares [angariados], o que é fantástico e vai fazer muita gente feliz", como salientou Joseph Mancinelli.

"Só a cadeira de rodas da Sidney é capaz de custar 40.000 dólares", refere Kevin Collins, presidente da Easter Seals do Ontário, que explica que "a despesa diária com cada uma das crianças nos campos de férias é de sensivelmente 250 dólares".

"Por isso é que todos as verbas provenientes desta e doutras iniciativas são extremamente importantes para nós", acrescentou, salientando ainda outras contribuições que recebem da LIUNA, incluindo "apoio em alguns dos eventos que realizamos ao longo do ano".

Se a iniciativa deixou feliz as organizações beneficentes e os que a elas recorrem, não menos felizes se mostraram todos quantos participaram, especialmente os que ao longo da noite foram chamados a receber o grande número de brindes que foram sorteados.

Os maiores, naturalmente, ficaram para o fim, com um felizardo a ganhar uma passagem gratuita para Portugal – cortesia da Azores Airlines e cujo director, Carlos Botelho, lhe-a entregou em mão – e o feliz contemplado do grande prémio da noite que levou para casa uma carrinha de caixa aberta GMC Sierra, com características especiais.

Tal como em anos anteriores, o evento contou com o apoio e a participação de sindicatos-irmãos da LIUNA Local 183, incluindo a filial Local 506, a CCWU e a CCCU, cujos respectivos representantes se contavam entre a plateia, constituída por cerca de um milhar de pessoas.


Voltar a Sol Português