1ª PÁGINA


F.C. Porto Toronto:

Nova Direcção quer reorganizar clube e atrair adeptos

Por António Perinú
Sol Português

O Futebol Clube do Porto de Toronto apresentou no passado sábado (16) os seus novos corpos gerentes, um elenco que o presidente do Executivo indicou serem constituídos por um misto de elementos novos e da Direcção cessante, unidos no propósito de darem continuidade a esta que é delegação número 5 do famoso clube português.

Trata-se, como nos destacou Armindo Cardoso – que assumiu funções a 12 de Maio – de um grupo decidido a restaurar o clube à sua antiga glória, lembrando que há muitos portistas em Toronto e que "a prova está" no grande número de pessoas que juntaram "quando cá esteve o nosso presidente, Pinto da Costa".

Armindo Cardoso referia-se à visita do lendário dirigente do FC Porto que não só visitou a nova delegação em 2007, como em 2013, quando a delegação de Toronto inaugurou a sua nova sede.

"O F.C. Porto de Toronto foi fundado em 21 de Setembro de 1987, poucos meses depois dos "Dragões" escreverem a sua mais bonita história, a 27 de Maio desse mesmo ano, ao ganharem o Campeonato da Europa em Viana de Áustria, tornando-se assim [o F.C. Porto] Campeão Europeu", refere o dirigente.

Segundo conta, quando em 2007 o dirigente portista "veio visitar a nossa Delegação, o que para nós foi uma alegria, disse: `agora só volto a Toronto quando vocês tiverem sede própria, então virei cá para a inauguração'".

"Na verdade, depois da compra do prédio onde está situada a nossa sede, no 545 da Rogers Road, o presidente Pinto da Costa cumpriu a sua promessa e no dia 12 de Outubro de 2013, dia da inauguração, marcou a sua presença", recorda a propósito do que considerou ""uma honra para todos nós portistas".

A afluência de adeptos na altura foi enorme uma vez que, como recorda, "após a inauguração da sede, realizou-se no salão da LIUNA Local 183 um jantar em sua honra, assim como a marcar este dia, e foi uma onda azul e branca que esgotou o salão com cerca de mil portistas em infinita alegria".

São estes números que pretende voltar a cativar, ciente de que eles existem.

"Estive ligado ao F.C. Porto de Toronto durante 14 anos e depois saí", explica, indicando ter regressado ao aperceber-se da gravidade da situação em que o clube se encontrava.

"Tomei conhecimento que foram realizadas Assembleias para arranjar nova Direcção, e ao saber da situação e que não havia quem quisesse assumir uma nova direcção, como portista que sou, e dos sete costados, e para que o F.C. Porto não chegasse a encerrar as suas portas, formei uma Direcção e cá estou, com mais um punhado de amigos, uns que ficaram da direcção anterior, outros novos", refere orgulhosamente.

O objectivo é agora a reorganização da Casa e tentar chamar a atenção de todos os portistas, "que os há, e muitos" – como destaca – "e então todos juntos levar bem alto o nome do F.C. Porto nestas paragens".

Após agradecer a presença de todos e antes do jantar convívio, que foi confeccionado por um grupo de senhoras adeptas, seria o próprio presidente a chamar um a um dos novos corpos gerentes para procederem à assinatura do livro de registos do clube.

Seguiu-se então a refeição conjunta, que foi desfrutada num ambiente de renovada esperança e pontuada pela alegria e boa disposição.

Nova Direcção do FC Porto de Toronto

Assembleia-Geral: presidente, Hélia Serpa; vice-presidente, António Marques; secretária, Sandra Rocha

Conselho Fiscal: presidente, Barbara Carvalho; vice-presidente, António Carvalho; secretária, Renata Gabriel

Executivo: presidente, Armindo Cardoso; vice-presidente, Albino Miranda; vice-presidente desportivo e cultura, Paulo Gonçalves; tesoureiro, André Marques; secretário, Cidálio Cravo

Directores: Abílio Costa, Carlos Martins, Luís M. Martins, João Domingos, Victor Fernandes, António Pereira, Evaristo Rodrigues, António Costa, George Rengifo, Gerson Rocha, João Almeida, Marco Costa, Miguel Silva e Paolo Sousa.


Voltar a Sol Português