1ª PÁGINA


Anunciado programa da XXXIV Semana Cultural Alentejana

Por João Vicente
Sol Português

Tendo por palco a galeria Alberto de Castro, foi anunciado esta quarta-feira (20) o calendário de actividades da XXXIV Semana Cultural Alentejana, certame que irá decorrer de 20 a 28 de Outubro na Casa do Alentejo de Toronto (CAT) subordinado ao lema "Térrea planura onde o cante e o fado se abraçam com ternura".

A revelação foi feita por um painel de dirigentes da colectividade alentejana, que incluiu a sócia número um e relações públicas da CAT, Rosa de Sousa, bem como o presidente João Ferreira e o vice-presidente Jaime Nascimento.

Em breves palavras, coube a João Ferreira delinear a direcção que tem sido dada à Casa do Alentejo, dando conta também das obras de melhoramento das instalações, que indicou estarem praticamente concluídas, passando de imediato a palavra ao vice-presidente para revelar os detalhes da Semana Cultural deste ano.

Jaime Nascimento destacou que numa era de contenção de despesas e de reforço das finanças da casa não faz sentido ir à procura de grandes e sonantes nomes para o cartaz deste ano, uma vez que se tornariam demasiado dispendiosos, mas considerou que o programa a ser apresentado em Outubro é constituído por um alinhamento de artistas de qualidade indiscutível e do qual "há que ter orgulho".

Dado o lema para este ano, a música vai ter, naturalmente, um papel relevante nesta celebração da arte, cultura e gastronomia do Alentejo.

De Portugal vêm dois grupos alentejanos: Há Lobos Sem Ser na Serra, de Castro Verde, que actuará nos dia 21 e 23 de Outubro, e Os Vocalistas, de Beja, que pisam o palco nos dias 21 e 25 – ambos excelentes exemplos do Cante Alentejano e que os organizadores estão certos irão agradar, tanto mais que Os Vocalistas é um grupo constituído maioritariamente por elementos que já antes passaram pela Casa do Alentejo de Toronto.

Também o fado, que tem tido sempre um acolhimento caloroso na CAO, vai mais uma vez ter papel de relevo nesta Semana Cultural, mormente na noite de encerramento, dia 28, em que a aposta é, sobretudo, na juventude.

De Portugal vêm quatro artistas – duas vozes femininas e duas masculinas – designadamente a pequena Luana Velasquez, que com apenas 11 anos mostra dotes muito promissores; Valéria Carvalho, Luís Capão e João Paulo, este último com uma voz considerada mais clássica.

Mas a prata da casa também vai brilhar e nessa mesma noite escutar-se-ão as vozes das fadistas locais Clara Santos e Guida Figueira, com acompanhamento musical de Hernâni Raposo, Valdemar Mejdoubi e Pedro Joel.

O talento dos artistas luso-canadianos Peter Serrado e Nancy Costa irá animar a noite de sábado e as vozes da casa também se farão ouvir.

O Grupo Coral da Casa do Alentejo, o único na diáspora a representar o Cante Alentejano, vai actuar na inauguração, no dia 20 de Outubro, estando encarregue de entoar os hinos do Canadá e de Portugal, bem como num espectáculo na "Noite do Sócio", marcada para dia 23.

Entretanto, também o folclore terá um lugar de destaque nesta celebração cultural alentejana, apesar da CAT não ter neste momento rancho próprio, pelo que na noite de inauguração actuará o Rancho Folclórico Infantil Ribatejano e no dia 22 haverá uma tarde de folclore com ranchos locais.

Como nem só de música e de dança se faz uma Semana Cultural, destaque para o Museu da Casa do Alentejo que será inaugurado no dia da abertura do certame e no qual estarão patentes ao público duas exposições: uma dedicada ao Cante Alentejano, da autoria do professor Joaquim Rosa, de Castro Verde, e a outra dedicada ao fado, de Soraia Mejdoubi.

A noite da inauguração contará ainda com uma palestra do escritor David Machado, com o apoio do Instituto Camões, e será celebrado também o lançamento da 6.ª edição da Revista da Semana Cultural Alentejana.

Ao longo dos dias seguintes haverá ainda muito para ver e apreciar, incluindo na Noite do Sócio, que no dia 23 contará com uma demonstração de artes marciais, bem como, e pela primeira vez, uma Noite de Anedotas Alentejanas que promete divertir quem por lá passar no dia 24, seguida de confraternização com os grupos vindos de Portugal.

O dia 25 é dedicado à terceira idade, com um almoço oferecido aos seniores do First Portuguese Canadian Community Centre e do Centro Abrigo, e, à noite, far-se-á a apresentação da peça "Mar", de Miguel Torga, pelo Grupo Experimental de Teatro "O Projecto".

Haverá também um Dia da Juventude, reservado para a sexta-feira, dia 27, que consistirá de uma festa de Halloween, um espectáculo com os artista João Lucas e Marcelo e música pelo DJ Douggy.

A organização fez um apelo aos portugueses para que não só participem nesta Semana Cultural, mas também que a ajudem a divulgar, que tragam amigos e sobretudo jovens, pois, como foi destacado, está em curso uma tentativa de "juvenilizar" esta colectividade a fim de dar continuidade ao trabalho que ali tem vindo a ser desenvolvido.


Voltar a Sol Português