1ª PÁGINA


Vira dançado pela comunidade portuguesa no Canadá bate recorde do Guinness

Por Rómulo Ávila

Sol Português

No passado sábado (17),
o recorde mundial do Guinness do maior número de pessoas a dançarem folclore foi batido no Canadá pelo Centro Cultural Português
de Mississauga (CCPM)
com uma interpretação colectiva do vira geral, dança escolhida para esta tentativa.

Segundo a organização, 747 pessoas participaram na dança folclórica portuguesa simultânea, evento que pretendeu também angariar apoios destinados a causas sociais.

Segundo o jornal Sol Português apurou, os lucros resultantes desta actividade serão agora distribuídos pelas organizações caritativas Luso Canadian Charitable Society, Community Living Mississauga e Sociedade Canadiana do Cancro.

"Dançar para Aqueles que Não Podem" foi também o mote desta iniciativa, que serviu não só para angariação de fundos, mas para alertar e fazer com que a comunidade percebesse que há grandes problemas na sociedade, ligados, por exemplo, a portadores de deficiências.

Neste evento que juntou a comunidade portuguesa, Hannah Ortman, a juíza oficial, subiu ao palco e foi clara: "Hoje foi batido o título do recorde do Guinness do maior número de pessoas a dançarem em simultâneo uma dança folclórica portuguesa, atingindo 747 participantes".

Andrew Câmara, um dos principais rostos da equipa de trabalho da iniciativa, mostrou-se mesmo "emocionado após constatar um sonho que se tornou realidade".

Agradecendo a todos a sua presença, o ensaiador do rancho folclórico do CCPM explicou que "no princípio, quando tive esta ideia, as pessoas diziam-me que era maluco, mas tudo é possível quando acreditas em algo", afirmou, acrescentando que agora já pensa "nos próximos desafios".

Para além de uma comunidade portuguesa que se mostrou unida em torno de um objectivo, de vários políticos, de vários artistas locais e nacionais, e de vários elementos ligados à causa social, a nossa reportagem registou a presença do cônsul-geral de Portugal em Toronto, José Manuel Carneiro Mendes, sendo inclusive uma das 747 pessoas a ficar na história mundial de recordes.

O cônsul veio assim mostrar, segundo o próprio em declarações, que "a comunidade pode sempre contar com ele e com o Consulado".

Após o evento, teve lugar um espectáculo com a actuação de diversos grupos e músicos, incluindo do cantor Rui Bandeira, que se deslocou de Portugal.

O vencedor do Festival RTP da Canção em 1999 também dançou o vira mostrando-se "satisfeito por ajudar" a comunidade portuguesa no Canadá a fazer história.

"Foi um motivo de grande orgulho ser um artista convidado para integrar esta festa, e participar, só demonstra a força da comunidade portuguesa no Canadá e aqui em Mississauga", sublinhou.

Recorde-se que o actual recorde pertencia ao Rancho Rendilheiras do Monte, de Vila do Conde, que conseguiu juntar 744 pessoas a dançar a chula durante cinco minutos, em 2018.

Por cá, e por três elementos, o CCPM bateu agora esse recorde.

Durante muito mais de cinco minutos os participantes fizeram a coreografia do vira, tendo-lhes sido pedido "a melhor das suas capacidades" durante o período de tempo em que estiveram a tocar os acordes da dança folclórica portuguesa.

O Livro de Recordes do Guinness é publicado anualmente e contém uma colecção de recordes reconhecidos internacionalmente.


Voltar a Sol Português