1ª PÁGINA


Canadá mantém o nível de alerta contra o terrorismo

O Ministro da Segurança Pública, Ralph Goodale, disse na sexta-feira passada (18) que o Canadá mantém o actual nível de alerta, apesar dos atentados terroristas ocorridos na última semana em Barcelona, Espanha, e na Finlândia.

Respondendo a dúvidas levantadas por políticos de todos os quadrantes, Goodale lembrou que a natureza da ameaça terrorista está sempre em evolução: "Eles usam vários tipos de instrumentos e armas para provocar a carnificina: os veículos automóveis parecem ser a arma do momento." E depois, o ministro afirmou que é por isso que é importante que as agências de espionagem e de segurança trabalhem antecipadamente para evitarem os atentados terroristas, em vez de reagirem a eles: "É muito difícil defendermo-nos contra este tipo de actos. É por isso que é particularmente importante o trabalho de segurança e vigilância."

Goodale garantiu que o governo federal está a trabalhar em permanência para proteger os cidadãos canadianos, independentemente do tipo de armas que os terroristas escolham para concretizarem os seus atentados. E esclareceu que o país mantém o nível de alerta que está em vigor desde o Outono de 2014: "Não há nada de novo, nos acontecimentos ocorridos nos últimos dias, que nos leve a alterar o nível de segurança. Mas estamos sempre atentos.", disse.

O Canadá está, actualmente, com um nível de ameaça "médio", o que significa que um acto terrorista violento pode acontecer, e que medidas de segurança adicionais estão prontos para serem implemen-tadas de imediato, caso se verifique um atentado terrorista.


Voltar a Sol Português