1ª PÁGINA


Liberais e NDP chegam a acordo para manter governo minoritário no poder até 2025

Os Liberais e os Neo-democratas chegaram a um acordo de "confiança e fornecimento", com efeitos imediatos, que prevê o apoio do partido NDP ao governo minoritário do Primeiro-ministro Justin Trudeau até 2025, data em que haverá nova eleição federal.

Semelhante ao acordo que o NDP da Colúmbia Britânica firmou em 2017 com os Verdes naquela província para se manter no poder, este tipo de pacto envolve a concordância de um partido da oposição em apoiar o governo em moções de não-confiança e na aprovação de orçamento de estado ou dotações orçamentais durante um período de tempo pré-determinado.

No decorrer duma conferência de imprensa realizada terça-feira (22) para revelar o novo entendimento partidário entre os Liberais centristas e os NDP da esquerda política, o Primeiro-ministro citou a instabilidade internacional provocada pela invasão da Ucrânia pela Rússia e o resultado das eleições federais de Setembro como catalisadores deste acordo.

Os Liberais não conseguiram a maioria nas últimas eleições legislativas, detendo actualmente 159 dos 338 assentos parlamentares na Câmara dos Comuns, enquanto que o NDP conta com apenas 25 deputados na sua bancada parlamentar, mas o número é suficiente para permitir ao governo resistir a qualquer moção de não-confiança.

Segundo Justin Trudeau, o acordo abrange as principais questões sobre as quais os dois partidos "concordam mais do que discordam", incluindo medidas no âmbito da criação de um sistema de medicamentos e tratamentos dentários subsidiados ("Pharmacare"), baixa médica paga, prevenção das alterações climáticas e construção de habitação acessível.

O Primeiro-ministro referiu ainda que nas questões em que os Liberais e o NDP não concordam – tal como o potencial aumento dos gastos no sector da Defesa, em resposta ao ataque da Rússia à Ucrânia – essas situações serão geridas "caso-a-caso", procurando eventualmente o apoio de outros partidos.

Procurando afastar as acusações de que com este acordo o governo fica nas mãos de um partido minoritário, Justin Trudeau apressou-se a garantir que não é esse o caso e que o NDP não tem poder de veto em nenhuma circunstância.


Voltar a Sol Português