1ª PÁGINA


Partido Liberal do Ontário apresenta portal de consulta ao eleitorado

Por João Vicente
Sol Português

O dirigente do Partido Liberal do Ontário, Steven Del Duca, fez-se acompanhar esta terça-feira (23) por Michael Couteau e Kate Graham – ambos ex-candidatos à liderança – para apresentaram à imprensa étnica a nova plataforma do partido para auscultação do público: "Take the Mic".

A iniciativa, que se pode traduzir por "O microfone é seu", é um portal (tinyurl.com/micliberal) que até 6 de Abril pretende introduzir uma série de conteúdos com o objectivo de recolher o parecer do público, independentemente de serem ou não sócios do partido ou de ser essa a sua inclinação política.

A intenção é "ouvir quais são os objectivos [do público], esperanças e aspirações para si mesmos, para as suas famílias, para as regiões da província onde residem e para o Ontário, como um todo", referiu Steven Del Duca.

"Esta é, sem dúvida, provavelmente a consulta mais compreensiva que já teve lugar no nosso partido – acho que em qualquer partido do Ontário", acrescentou Michael Couteau, um dos arquitectos desta plataforma, juntamente com Kate Graham que indicou tratar-se de "um processo muito compreensivo", apresentado "em formato digital para facilitar a participação" do público, com "o objectivo de auscultar o maior número possível de pessoas".

Ao longo de cinco semanas vão ser apresentadas 10 conversas, mas "mais importante ainda, caso não vejam o que procuram, podem adicionar [o próprio tópico]" sobre o qual pretendem opinar, explicou Kate Graham.

Um aspecto importante do portal é o compromisso de civismo com o qual todos os participantes têm de concordar e que essencialmente lhes pede para que se perguntem a si próprios se se sentiriam confortáveis se a avó ou uma criança lesse os comentários que vão deixar.

"Sabemos que as pessoas vão ter muito a dizer acerca destes assuntos – por vezes são assuntos muito pessoais, por vezes são assuntos sobre os quais têm opiniões muito fortes", referiu a deputada, que indicou comprometerem-se "a ouvir o que têm a dizer, mesmo quando tiverem opiniões muito diferentes ou divergentes (…), mas tem que ser uma conversa na qual todos se sintam seguros a participar".

Dai que peçam a todos "que se comprometam a respeitar e que as suas contribuições para este processo não inibam as outras pessoas de sentirem que também podem participar plenamente", referiu.

Michael Couteau disse estarem confiantes de que seleccionaram temas com os quais o público se vai identificar, explicando que além disso os participantes podem contribuir com as suas próprias opiniões e sugestões.

"Vai ser um processo aberto para receber comentários do público, de várias maneiras", esclareceu.

A iniciativa foi "idealizada para auscultar o maior número possível de pessoas de toda a província", acrescentou Kate Graham que pediu aos órgãos de comunicação social que assistiam à conferência de imprensa online, incluindo o jornal Sol Português, para os ajudarem a divulgar a iniciativa uma vez que, "sem dúvida, com as vossas redes de contactos, audiências e comunidades com que têm ligações, têm mais alcance do que nós".

Os temas basilares vão ser apresentados ao ritmo de dois por semana, durante cinco semanas, e embora o período de consulta termine a 6 de Abril, o portal, acessível em ambas as línguas oficiais do Canadá, irá continuar a funcionar e a recolher as contribuições do público durante mais algum tempo.

Os dois primeiros temas – "Reparar o Sistema de Cuidados Prolongados" e "Dignidade Económica" – estão online desde o dia 21 de Fevereiro e serão acrescidos na segunda-feira (28) dos tópicos "Combater as Mudanças Climáticas e Proteger o Meio-Ambiente" e "Uma Economia Sem Igual".

Seguir-se-ão "Educação e Aprendizado ao Longo da Vida" e "Um Ontário Justo", a 7 de Março; "Construir Comunidades Melhores" e "Habitação Acessível" no dia 14; e, por fim, "Todos os Votos Contam, Todas as Vozes São Importantes" e "Saúde e Felicidade a cada Estágio da Vida", a 21 de Março.

Michael disse sentir-se orgulhoso deste projecto, que foi criado com o objectivo de recolher ideias e idealizar a plataforma política do partido para as eleições provinciais que se vão realizar-se em 2022.

Como salienta, não é preciso pertencerem ao partido para participar e incentiva todos a fazerem-no, independentemente da sua afiliação ou onde residem no Ontário.

"Para podermos conjugar as ideias que chegam ao partido com a postura do partido como um todo (...) precisamos de construir uma plataforma [política] que posicione esta província para o sucesso no futuro e colher as melhores ideias que circulam" entre os eleitores, confluiu.


Voltar a Sol Português