1ª PÁGINA


Concurso de Cantores 2020/21: Seis concorrentes garantem passagem às semifinais na 2.ª ronda de qualificação

Por Luís Aparício
Sol Português

Na passada quarta-feira (18), na que foi a segunda prova de qualificação da edição 2020/21 do Concurso de Cantores com John Santos (SCJS, na sigla em inglês), o júri composto por Patrick Albernaz, Marisa Oliveira e Anthony Wright, bem como a assistência virtual que acompanhava a transmissão em directo através das redes sociais, puderam avaliar o desempenho vocal e presença em palco de um total de 13 concorrentes, incluindo cinco luso-canadianos.

Quatro raparigas participaram na categoria juvenil, seguindo-se outras nove actuações na de adultos, nesta que é já a 14.ª edição do concurso e que mais uma vez decorreu na Casa do Alentejo de Toronto.

A votação final – uma vez somados os votos do público online, no portal TheSingingContest.com, ou via link da página do Facebook The Singing Contest – determinou os dois melhores classificados em cada grupo, que tiveram passagem automática para as semifinais previstas para 27 de Fevereiro e 6 de Março.

Os elementos do júri, no entanto, decidiram surpreender e escolheram mais dois nomes, um "twist" que permitiu às quatro concorrentes da categoria juvenil – Sophie Ostrovski, Savanna Tarditti, e as luso-canadianas Sabrina Barreto e Malia Afonso – entrar directamente na lista de semifinalistas.

Numa nova temporada marcada pelas restrições da Covid-19, a organização do concurso mantém em vigor as medidas de distanciamento necessárias para garantir a segurança dos concorrentes e dos responsáveis.

Os concorrentes não só tiveram de se manter afastados uns dos outros e deixar o edifício assim que terminavam as suas actuações, como tiveram de cantar ao vivo sem a habitual presença e apoio de familiares e amigos.

Como tem acontecido noutras rondas de qualificação, o concurso voltou a ter a participação de novos concorrentes, mas também de alguns repetentes que já haviam tentado a sua sorte em temporadas anteriores.

"Nunca ganhei, o mais próximo que consegui foi na última edição, em que cheguei ao segundo lugar" na final, diz-nos Patrick Lopes, que vai já na sua sétima participação no concurso de cantores.

O jovem luso-canadiano, intento em seguir uma carreira musical, acredita que esta nova temporada lhe pode trazer o tão ambicionado prémio final e para já foi um dos dois qualificados para as semifinais na categoria de adultos com a sua interpretação de "Beautiful Crazy, de Luke Combs.

Acompanha-o Carine Sroujian, que vestiu a pele da cantora Adele para interpretar o tema "Take it All".

Também Cassie Acevedo, que foi finalista da 13.ª edição (2019) do concurso na categoria juvenil, continua empenhada em vencer e em trabalhar com o compositor, arranjador, produtor e multi-instrumentista Anthony Wright, que acompanha esta competição.

Ainda que desta feita a sua interpretação da canção "Valerie", de Amy Winehouse, não lhe tenha dado já um bilhete para as semifinais – agora na categoria de adultos – a jovem figura entre os nomes fortes para as próximas rondas de qualificação.

O sonho luso-canadiano

Numa sessão dominada pelas interpretações em inglês, a surpresa da noite veio de Natasha Costa, que cantou "Pássaro de Fogo", sucesso da cantora e compositora brasileira Paula Fernandes.

A luso-canadiana confidenciou-nos que sempre gostou de cantar desde pequena e decidiu que valia a pena tentar a sua sorte.

Já depois da sua actuação, Natasha admitiu ter sentido o elevado nível dos participantes, mas, como destacou, "há-de ser o que Deus quiser!"

Antes de interpretar "You Say" de Lauren Daugle, a jovem Sabrina Barreto – que vai para a sua segunda participação – disse-nos achar o concurso muito divertido e uma boa experiência.

Reconheceu, todavia, que neste contexto de pandemia, sem público pela frente, "é mais difícil mostrar as emoções quando estamos a cantar para uma câmara".

Por seu turno, Malia Afonso, confiante de que iria dar o seu melhor, considerou que esta sua primeira participação era uma forma de alargar os horizontes.

Com o sonho de um dia se tornar cantora na Broadway, a jovem de 14 anos de idade viria a encantar o júri com a sua interpretação de "Rumour Has It" de Adele.

Os responsáveis pela competição, John e Lisa Santos, foram uma vez mais os anfitriões e apresentadores da prova que, à semelhança de todas as que se realizaram desde Março, teve transmissão apenas através da Internet, tanto no canal de YouTube do SCJS (TheSingingContest1), como na App da GoLive TV.

Lisa Santos relembrou que em cada prova "não eliminamos concorrentes, qualificamos!", incentivando os que não foram escolhidos nesta ronda de qualificação para que não desistam do sonho e continuem a tentar a sua sorte nas próximas rondas.

De salientar que os primeiros classificados nas categoria juvenil e de adultos garantem a gravação profissional de um CD produzido por Anthony Wright (com oito canções), e a gravação profissional de um vídeo-disco com um tema do álbum.

O pequeno concurso que John e Lisa Santos começaram em 2006, no seio da comunidade portuguesa, tornou-se um programa de desenvolvimento vocal e de actuação bem estabelecido e altamente respeitado, apresentando o formato de uma competição de canto que tem vindo a atrair um número cada vez maior de concorrentes de diversas etnias.

A terceira ronda de qualificação está agendada para o dia 16 de Dezembro, a partir das 19h00, novamente na Casa do Alentejo de Toronto.


Voltar a Sol Português