1ª PÁGINA


Rancho Folclórico do CCPM celebrou 30.º aniversário

Por João Guilherme
Para Sol Português

O Rancho Folclórico do Centro Cultural Português de Mississauga (CCPM) celebrou no último sábado (21) o 30.º aniversário da sua fundação com um jantar convívio para comemorar a efeméride.

O salão nobre engalanou-se mais uma vez a rigor para receber os convivas que ali se deslocaram para festejar com o famoso rancho, considerado um dos melhores grupos etnográficos no Ontário.

Distinto por dançar temas tradicionais do folclore português de todo o continente e ilhas, o rancho conta no seu palmarés com deslocações a Portugal continental e aos Açores onde exibiram o seu repertório, sendo alvo de admiração pelo talento e exemplo para os portugueses do muito que se faz pela cultura lusa no Canadá.

Estas digressões são também uma forma dos jovens que integram o grupo, sobretudo aqueles já nascidos no Canadá, de manterem laços directos com as tradições e a cultura da qual são agora herdeiros e que tão bem preservam neste país.

A celebração começou com um brinde colectivo com champanhe e o corte do majestoso bolo de aniversário, que foi efectuado por elementos da Direcção e do grupo de folclore.

Entre os convidados e em representação do padrinho do rancho, Horácio Domingos, encontrava-se a sua esposa, Maria Domingos, que assistiu ao brinde no qual participaram também Nancy Vieira (ensaiadora), Gilberto Moniz (presidente da Assembleia-Geral), Jorge Mouselo (vice-presidente do Executivo), Tony de Sousa (presidente do Executiva), e Luísa Sousa (Arrendamentos do salão), Helena Moniz, Maria Domingos e Angie Câmara (directora do Rancho).

Após a pequena cerimónia foi servido o jantar pelos dirigentes e voluntários da colectividade, após o que os sócios e amigos que saíram de casa para apoiar e festejar o aniversário do rancho tiveram oportunidade de desfrutar de um agradável espectáculo que incluiu actuações do conjunto Além Mar e do grupo aniversariante.

Antes, porém, Tony de Sousa agradeceu a comparência de todos e em especial aos patrocinadores, e referiu alguns dos próximos eventos a realizar pelo CCPM, com destaque para um para o qual indicou querer "ver o salão cheio", designadamente no 43.º aniversário do Centro, marcado para dia 25 de Novembro.

Convocado então ao palco, o conjunto Além Mar deu inicio e abrilhantou o baile com uma selecção de música para dançar que preencheu a primeira metade do espectáculo.

Após um pequeno intervalo foi então a vez do rancho aniversariante dar entrada no salão onde viria a apresentar um pouco do seu repertório de danças tradicionais de norte a sul de Portugal continental, Açores e Madeira, incluindo temas como "Fandango da Vila Verde", "Barqueiro", "Chula Nova", "Bailinho da Madeira", "Baile do Povoação" e "Dança dos Cadraços", entre outros.

Composto por dançarinos que abrangem todos os escalões etários – desde os iniciados aos juniores e seniores – o grupo agradou sobremaneira à plateia que não lhe poupou aplausos, especialmente aos mais pequeninos, ainda de tenra idade e que além da sua graça serão também "o futuro" e a "nova geração de dançarinos", como referiu Angie Câmara, uma das directoras do Rancho.

Destaque também para os tocadores, que realçam o trabalho dos dançarinos acompanhando-os com música ao vivo, e que incluem agora um jovem que toca concertina, Marco, proporcionando outra sonoridade aos arranjos musicais do grupo.

No final da actuação, a ensaiadora Nancy Vieira dirigiu o sorteio dos bilhetes que foram vendidos à porta e durante o serão, e cujos prémios incluíram uma bicicleta, um aspirador, uma máquina de cortar relva, dois quadros com fotos e uma televisão de 32 polegadas, que foram entregues aos felizes vencedores.


Voltar a Sol Português