1ª PÁGINA


Grupo SATA voa pela primeira vez com combustível de aviação sustentável

A companhia aérea Azores Airlines realizou na segunda-feira a primeira ligação aérea utilizando combustível de aviação sustentável (SAF), marcando o "arranque de uma nova era", anunciou terça-feira (25) o grupo SATA.

De acordo com uma nota de imprensa do grupo SATA, "este marco é tanto mais assinalável, considerando que há poucos dias as companhias aéreas do grupo integraram a Aliança Zero Emissões na Aviação, uma iniciativa da União Europeia, que visa, precisamente, alcançar a descarbonização do sector, até 2050".

O primeiro voo comercial da Azores Airlines abastecido com SAF fez a ligação aérea Lisboa - Ponta Delgada num Airbus A320, de nome Unique.

Com 165 passageiros a bordo, o voo descolou do aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, pelas 19:25 locais e aterrou no aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, pelas 21:30, locais.

O combustível SAF é desenvolvido a partir de resíduos, óleos vegetais usados, resíduos ou outras biomassas, "oferecendo uma performance similar ao `jet fuel' tradicional", sendo que "pode ser usado nos mesmos motores que o combustível fóssil, com uma redução significativa da pegada de carbono", de acordo com a SATA.

O combustível utilizado nesta ligação, incorporou 39% de matéria de origem renovável, o que representou uma redução de 35% das emissões totais de CO2.

O grupo SATA contou na preparação e acompanhamento deste primeiro voo comercial abastecido com SAF com os parceiros de energia GALP e NESTE, líderes inovadores na produção e distribuição de combustível SAF.

Também participou a `Carlyle Aviation Partners', uma empresa especializada na gestão de aeronaves e locadora da aeronave CS-TKK UNIQUE operada
pela Azores Airlines que, em conjunto com as equipas técnicas da operadora, garantiram a viabilidade desta operação.

"Na qualidade de operador aéreo, é com satisfação que a Azores Airlines vê concretizado mais um passo na prossecução dos objectivos com os quais se comprometeu, quer no que respeita ao seu contributo no processo de descarbonização que o sector da aviação procura alcançar, quer no que diz respeito à responsabilidade que assume perante o destino Açores, berço da sua actividade e destino para onde mais voa, e que voltou a ser distinguido como Destino Turístico Sustentável", refere a SATA.


Voltar a Sol Português