1ª PÁGINA


Doug Ford acusa Kathleen Wynne de ter cometido "o maior escândalo governamental de uma geração"

O Primeiro-ministro do Ontário, Doug Ford, anunciou segunda-feira (24) a criação de uma "comissão especial" para investigar mais aprofunda-mente a política económica e fiscal levada a cabo pelo anterior governo Liberal, liderado por Kathleen Wynne.

O actual Ministro das Finanças, Vic Fedeli, tinha anunciado na passada sexta-feira (21) que uma primeira análise à contabilidade deixada pelo governo Liberal tinha revelado que o Ontário está a braços com um défice de 15 mil milhões de dólares, devido às más práticas financeiras e fiscais do governo de Wynne.

Por isso, na segunda-feira, Ford fez uma promessa aos deputados na Câmara dos Comuns: "Não vamos permitir que Kathleen Wynne e os seus amigos fujam das responsabilida-des que têm neste escândalo de 15 mil milhões de dólares. Vamos exigir respostas, para saber para onde foi o dinheiro."

Perante os aplausos da Câmara, o líder do executivo do Ontário prosseguiu o discurso, arrasando o governo anterior e utilizando palavras como, "fraude", "encobrimento", e afirmando que muitos Liberais se tornaram "muito, muito ricos", à custa dos contribuintes, deixando antever que é preciso chamar a polícia: "Se tentarem fazer truques de contabilidade numa empresa, se tentarem fazer este tipo de encobrimento no sector privado, vão ser investigados pela Comissão de Valores Mobiliários, vão ser investigados pela polícia. A única razão porque isto não é fraude, é porque os Liberais fizeram as suas próprias regras e contabilidade.", disse.

Segundo os Conservadores, a "comissão especial" que vai ser criada será composta por seis membros do governo e três deputados do Partido da Nova Democracia. A comissão terá o direito de chamar testemunhas, exigir documentos, e reunir provas para um relatório final, que deverá ser entregue no próximo mês de Dezembro.

Kathleen Wynne, que é deputada, disse que Ford está a utilizar as comissões de inquérito para justificar cortes que se está a preparar para fazer na função pública. A ex-chefe do executivo do Ontário acrescentou que se mantém firme e certa da rectidão da actuação e das contas do seu governo.


Voltar a Sol Português